Missas de Páscoa fecham celebrações da Semana Santa em Aracaju

0
(fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Ao longo deste domingo, 21, a Arquidiocese de Aracaju encerra as celebrações da Semana Santa com missas de Páscoa nas instalações provisórias da Catedral Metropolitana na Rua Propriá, centro da capital. Pela manhã, centenas de pessoas compareceram às celebrações das 8h e das 10h30. No mesmo local, mais duas missas estão previstas para este domingo: uma às 16h30 e outra às 19h30.

Padre Antônio Peixoto: “Páscoa é a festa mais especial entre os cristãos'”

Segundo o padre Antônio Peixoto, que celebrou uma das missas da manhã e que presidirá as demais, a Páscoa representa a celebração mais importante do ano para o catolicismo. “É a festa mais especial entre os cristãos, pois trata-se da vitória da vida plena sobre a morte. Isso significa que não haverá mais morte, e sim a passagem dessa vida efêmera para a vida plena”.

O sacerdote discorreu ainda sobre as reflexões que os fieis devem fazer no dia da Páscoa. “Páscoa é passagem, e Jesus passou pelo mundo fazendo o bem. Mas e nós? O que estamos fazendo? Estamos fazendo uma bela passagem ou envergonhando o mundo com idiotices? Estamos melhorando a vida dos outros, o planeta, a cidade, a nossa família? Cada um deveria se perguntar. Celebramos a Páscoa de Jesus, mas devemos cuidar também da nossa própria Páscoa”.

Janete Maria Santos: dia de renovação

Frequentadora assídua da catedral, a diarista Janete Maria Santos também destacou sua definição de Páscoa. “Significa vida nova. Jesus sofreu por nós, morreu, e enfim chegou o dia em que ele mostra que tinha a força para vencer. O significado desse dia é renovação”.

Por Igor Matheus

Comentários