Moradores da Coroa do Meio reclamam da violência no local

0

Thiago Nascimento : “Carros arrombados com frequência” (Fotos: Portal Infonet)

Moradores da rua Manoel  Andrade, no bairro Coroa do Meio estão angustiados com o aumento da violência no local. Segundo eles, o número de assaltos a mão armada, arrombamentos e até mesmo a informação de seqüestros relâmpagos estão sendo uma constante no local.

Na noite de terça-feira, 22, por volta da 19h30, uma moradora teria sido arrastada pelos cabelos ao chegar em casa e tentar abrir o portão, mas não há registros da ocorrência na Secretaria de Segurança Pública, no Ciosp, no Quartel Central da Polícia Militar ou na Delegacia de Turismo, que cobre a região.

O produtor rural Thiago do Nascimento Dias informou não ter

Antônio Balbino: “Já fui vítima. A rua é muito deserta”
conhecimento de um seqüestro na rua, mas confirmou o aumento da violência. “Não ficamos sabendo de seqüestro aqui na rua Manoel Andrade, mas o número de assaltos e arrombamentos está mesmo crescendo. Os carros são arrombados aqui com freqüência e os sons retirados. Aqui a maioria das casas tem alarmes, cercas elétricas e câmeras para inibir a ação dos marginais”, afirma.

O aposentado Antônio Balbino dos Santos contou à reportagem do Portal Infonet que já foi vítima da ação dos marginais. “Eu moro aqui há três anos, mas a violência vem crescendo nos últimos meses. Eu já fui vítima. O cara entrou aqui na minha casa e eu chamei a polícia.

Maioria das casas tem cerca elétrica
Ele acabou fugindo pelos fundos, deixando uma máquina elétrica de serrar que estava tentando levar. Você precisa ver como a rua fica à noite: uns dizem que é tranqüila, mas é deserta mesmo. De vez em quando passa um carro de polícia, mas bem rápido”, conta o Sr. Antônio Balbino.


 

Comentários