Moradores fecham BR 101 e cobram sinalização na área

0
Moradores do povoado Pirunga pedem sinalização (Fotos: Portal Infonet)

Moradores do povoado Pirunga, no município de Capela, fecharam a BR 101, no trecho que dá acesso à cidade. A comunidade colocou fogo em paus para protestar contra a falta de sinalização nas vias da região, na manhã desta terça-feira, 21. Os moradores reclamam que há muitos acidentes de trânsito na rodovia e pedem sinalização. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada para conter a manifestação, que foi pacífica, embora tenha causado um grande congestionamento.

No local, segundo moradores, já foram registrados inúmeros acidentes. De acordo com o comerciante, José Felix, os atropelamentos e colisões são frequentes na região. “Nós estamos convivendo com o terror de não saber se vamos estar vivos porque sem sinalização os carros e carretas não respeitam os pedestres. Já presenciamos atropelamentos de crianças, inclusive, mas nós somos esquecidos e esse tipo de fato não é de conhecimento de todos”, reclamou.

Morador do povoado há mais de 40 anos, Antônio Silva relatou ainda, que pelo menos uma vez por dia um acidente acontece no local. “Aqui perto funciona uma escola, mas ninguém está preocupado com a segurança delas. Como pode?

Representantes do Dnit estiveram no local

Eles interrompem uma obra e deixa a gente correndo perigo”, contesta.
Outra moradora reclamou do número alto de acidentes na BR 101, devido à alta velocidade dos carros que não encontram sinalização no local. "Os acidentes são quase todos os dias, por isso estamos reivindicando uma sinalização", disse a Maria Adelaide.

PRF

Na tentativa de conter os ânimos dos manifestantes, a Polícia Rodoviária Federal esteve no local para liberar trânsito. De acordo com o inspetor D.Paiva as obras de ampliação da BR 101 pode ser a responsável pelo aumento do número de acidentes na rodovia. “A gente vai ouvir as principais queixas desses moradores e tentar resolver a questão da melhor forma possível. Infelizmente não é de nossa alçada sinalizar o local, já que as obras estão paradas”, disse.

DNIT

Funcionários do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estiveram no local para ouvir os pedidos dos moradores. De acordo com o chefe de serviço de engenharia do DNIT, Carlos Alberto Sarmento, uma reunião com os moradores já está agendada para acontecer na próxima quarta-feira, 22. Ele explicou ainda, que as obras estão paradas, mas a empresa que dará continuidade ao trabalho será licitada. “Em no máximo 30 dias um edital de licitação estará pronto”, explicou.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais