Morte Jabotiana: Polícia descarta terceira pessoa

0
Delegado ouve testemunhas (Foto: Arquivo Infonet)

O delegado Mario Leoni da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP) já deu inicio as investigações e ouvidas de familiares da técnica de enfermagem Maria José Menezes Vieira, 56, e de José Carlos Santos Júnior, 30 anos.

A técnica de enfermagem foi assassinada a golpes de faca no dia 14 deste mês, dentro da residência onde morava, localizada no bairro Jabotiana. A suspeita é de que o crime tenha sido cometido pelo suposto companheiro da vítima que logo após, tentou suicídio.

Até o momento, a polícia descarta a hipótese de uma terceira pessoa ter participado do crime. “Já estamos ouvindo as pessoas. Por enquanto não há indícios de que haja uma terceira pessoa na cena do crime além de uma criança [neta de Maria José] que presenciou o fato. Continuamos com a hipótese dele ter assassinado a namorada e depois ter se suicidado”, afirma o delegado Mario Leoni.

Crime

A técnica de enfermagem faleceu ainda dentro da residência, já José Carlos Santos Júnior ainda foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu e veio a óbito.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários