Motu invade calçada de um estádio na Barra dos Coqueiros

0
Motu ocupa calçada de estádio (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

Mais uma ordem de despejo contra o Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (Motu) foi cumprido na Barra dos Coqueiros. Na tarde da quinta-feira, 18, um oficial de justiça acompanhado por policiais militares deu cumprimento à ordem de despejo em ação judicial de reintegração de posse em favor da prefeitura da Barra dos Coqueiros.

A visita do oficial de justiça aconteceu por volta das 15h, segundo Vagner Gonçalves Oliveira, uma das lideranças do Motu. “Eles chegaram aqui e deram prazo de uma hora e meia para a gente tirar os barracos, mas a gente só veio tirar por volta das 6 horas da tarde”, conta. Sem opção, os sem teto passaram a ocupar a calçada de um estádio, em local bem próximo ao terreno da prefeitura, onde as famílias do Motu estavam instaladas.

Eles pretendem permanecer na calçada até que a prefeitura encontre uma solução para aquelas famílias. “Ninguém veio aqui ver o que a gente está passando, nem assistente social nem nada”, lamenta Vagner Oliveira.

Famílias desmontam barracos

A assessoria de imprensa da prefeitura da Barra dos Coqueiros informa que o município não tem condições de alojá-los, mas garante que o prefeito Airton Martins possui projeto em andamento para construção de 1 mil unidades habitacionais para amparar as famílias cadastradas.

Segundo a assessoria, o projeto está sendo analisado pela Caixa Econômica Federal e o prefeito trata a questão como prioridade, buscando um terreno para começar a construir os imóveis. No momento, a orientação da prefeitura, segundo a assessoria, é que as famílias retornem para os locais onde residiam antes ou busquem apoio em casas de parentes até a construção das casas.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais