Movimentação em casa: professora de dança dá dicas para aulas online

0
Paloma Augusta, instrutora de Pole Dance e diretora do Vênus Espaço de Dança

Em tempos de pandemia, a dança é uma das opções para quem busca manter o corpo em movimento no conforto de casa. Com a possibilidade de transmissões virtuais, além da variedade de ritmos num momento de distração, a escolha permite que pessoas mais retraídas possam explorar a essa habilidade sem se preocupar com timidez.

Segundo a professora de dança, Paloma Augusta, além de todos os benefícios relacionados ao bem estar físico, a modalidade colabora diretamente com a saúde mental. “A maioria dos alunos procuram algo como yoga e dança do ventre, que são atividades que trabalham um pouco mais a questão da respiração e da ansiedade. Essas escolhas acabam divertindo mais a pessoa e não exigem tanto do físico”, diz ela.

Ela ressalta ainda que qualquer pessoa, independente da idade, pode incluir a dança em sua rotina. “Às vezes a pessoa tem um problema de coluna mais sério, por exemplo, mas nesse caso o indicado são movimentos que não forcem tanto essa parte do corpo. Caso seja uma aluna mais idosa ou com problema de saúde, basta adaptar de uma forma que dê para todo mundo participar”, explica a professora.

Para ajudar a manter a rotina com a dança, Paloma indica as orientações abaixo:

Procure um professor com o qual você se identifique

A escolha do professor é fundamental para garantir o resultado da modalidade. Segundo a professora, mesmo estando em casa é de extrema importância se sentir confortável durante as aulas.

Separe um canto especial para as aulas

Embora não seja preciso usar um espaço exagerado, é preciso ter privacidade no espaço que seja suficiente para realizar os movimentos sem dificuldade.

Tenha disciplina

Se cobrar durante os horários das transmissões virtuais também contribui totalmente com o desenvolvimento da dança. De acordo com Paloma, é preciso ter disciplina em relação aos horários e, inclusive, se vestir com a mesma dedicação que teríamos caso as aulas fossem na academia.

Com a escolha definida e com as dicas em mente, basta procurar uma academia ou professor que esteja realizando transmissões virtuais durante a quarentena e se dedicar ao ritmo escolhido!

por Juliana Melo e Raquel Almeida

Comentários