MP interfere no IML

0

De acordo com a médica Vânia Farias Barreto, coordenadora de perícias da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a reunião solicitada pelo Ministério Público com o Instituto Médico Legal (IML) para discutir a situação do atendimento ao público resultou na interferência do órgão.

 

“O MP já havia interferido antes, quando o número de atendimentos no IML havia sido reduzido. Novamente o MP interfere, no que está no seu papel, que é o de fiscalizar o serviço público. Os promotores Félix Carbajal e Euza Missano pediram uma reunião com o secretário de Segurança Pública e os médicos para amanhã, dia 4, às 9 horas”.

 

Segundo a médica, desde ontem o atendimento ao público já foi normalizado para a realização de exames de corpo de delito e outros. Vânia completou informando que a partir das 18 horas não são feitas necropsias, apenas em casos de emergência, com muitas vítimas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais