MP pede condenação de Sérgio Ferrari

0

O Ministério Público Estadual (MPE) pediu a condenação do ex-presidente da Emurb, Sérgio Ferrari. Ele é acusado de, através da empresa Cenários, ter emitido duplicatas frias para a Vale. A transação fraudulenta teria gerado um prejuízo de cerca de R$ 500 mil ao Banco do Brasil, instituição que recebeu as duplicatas.

O banco procurou a Vale quando os prazos das duplicatas se encerraram e o pagamento não foi realizado. A empresa, então, informou que não havia mais vínculo contratual com a Cenários. Diante das provas que a promotoria obteve na fase de instrução, o promotor Luiz Alberto Araújo ofereceu denúncia ao juízo da 1ª Vara Criminal de Aracaju.

O promotor pede que seja aplicada a pena máxima ao acusado, que seria de quatro anos de detenção.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais