“Musicalidade”, por Rubens Lisboa

0

LANÇAMENTO 1

 

Cantor: LENINE

CD: “LENINE IN CITÉ”

Gravadora: BMG

 

O compositor e cantor pernambucano Lenine é, sem dúvida, ao lado do maranhense Zeca Baleiro, um dos dois nomes de ponta da música popular brasileira atual. Ambos são artistas antenados com as novidades do mercado, mas a elas não se vendem; antes, incorporam-nas aos seus sons que bebem na mais genuína fonte da MPB tradicional. Seus shows conseguem aglutinar tanto a rapaziada que curte a banda ‘O Rappa’ quanto os quarentões fanáticos pelas imagens poéticas de Chico Buarque. Embora não sejam grandes vendedores de discos, suas músicas são bastante executadas pelas rádios e disputadas pelos nossos melhores intérpretes.

 

No final de abril deste ano, Lenine realizou em Paris, mais precisamente na Cité de La Musique, casa reconhecida mundialmente, dois shows que já se tornaram antológicos. Dessas apresentações resultou o CD ao vivo que agora chega às lojas, o qual sabiamente prima por concentrar o seu repertório em canções inéditas, deixando os sucessos para o DVD correspondente que, dentro em breve, também estará à disposição.

 

Lenine trabalha essencialmente com um leque de cinco parceiros (Dudu Falcão, Ivan Santos, Carlos Rennó, Lula Queiroga e Bráulio Tavares), abrindo-se, vez ou outra, para possibilidades isoladas. É o que acontece em “Relampiano” (gravada originalmente por Elba Ramalho no CD “Baioque”, de 1997), inspirada parceria com Moska, na qual se retoma o tema abordado por Chico Buarque e Francis Hime em “Pivete”, e de “Sentimental”, com Arnaldo Antunes.

 

Das doze faixas, somente quatro já haviam sido registradas pelo próprio autor em trabalhos anteriores (“Caribenha Nação / Tuaregue Nagô”, “O Marco Marciano”, a já citada “Relampiano” e “Rosebud”) e uma delas, a suave e bonita “Todos os Caminhos”, já tinha sido gravada, em 1998, por Jane Duboc em CD homônimo.

 

Acompanhado apenas de dois excepcionais músicos (a cubana Yusa no baixo e o argentino Ramiro Musotto na percussão) e portando seu inconfundível violão, Lenine nos apresenta pérolas como “Do It” (a melhor de todas), “Virou Areia” e a ciranda “Anna e Eu”. “Vivo” é outro momento bem interessante do disco, ao lado de “Ninguém Faz Idéia”. As menos inspiradas “Sentimental” (também já mencionada) e “Todas Elas Juntas Num Só Ser” (extensa, cansativa e óbvia) não chegam a comprometer este belo trabalho que, com certeza, servirá para sedimentar o nome de Lenine, hoje já um de nossos maiores talentos. Diferentemente de Zeca Baleiro, que é bem mais eclético, Lenine, porém, só precisa ter cuidado para, daqui pra frente, não vir a soar repetitivo…

 

LANÇAMENTO 2

 

Banda: BARÃO VERMELHO

CD: “BARÃO VERMELHO”

Gravadora: WEA

 

Depois de uma pausa que durou cinco anos, está de volta ao mercado a banda Barão Vermelho que ficou famosa por ter tido como o seu primeiro vocalista o inesquecível Cazuza. O CD recém-lançado, que tenta equilibrar um rock retrô de letras ingênuas com canções de viés pseudo-romântico não é um dos melhores da discografia da banda, mas se torna indiscutível a superioridade do trabalho de Frejat (o atual vocalista e um dos fundadores da banda) quando está com o Barão do que quando desenvolve o seu trabalho solo. Os destaques são “Cuidado”, “A Máquina de Escrever” e “Embriague-se”, esta uma livre adaptação de um poema de Baudelaire, mas curiosamente aquela que é de longe a melhor faixa do trabalho (“Círculos, Loops e Repetições”) só pode ser escutada ao se acessar a faixa interativa.

 

NOVIDADES

 

·         Depois do impasse criado dando conta do fim da Orquestra Sinfônica de Sergipe, o Governo do Estado, acuado, resolveu criar 30 cargos em comissão a serem distribuídos entre os músicos. A sociedade agradece o ato tomado que resultará na recomposição da Orquestra, mas continua esperando que a cultura local seja mais valorizada no novo ano que dentro em pouco se iniciará.

 

·         Em tributo aos quinze anos da morte de Raul Seixas, foi realizado no mês de agosto deste ano, na Fundição Progresso, Lapa, reduto dos boêmios e das tribos alternativas do Rio do Janeiro, um show com diversos artistas que se declaram fãs do eterno profeta do apocalipse musical. O registro ao vivo está saindo agora pela Som Livre em DVD e CD duplo e comprova que, como todo evento deste porte, registros bons e ruins se misturam no mesmo balaio. Dentre os destaques, há um energético Toni Garrido (vocalista da banda Cidade Negra) em “Gita”, uma surpreendente Pitty em “Eu Sou Egoísta”, um preciso Caetano Veloso em “Maluco Beleza” e uma potente banda afro-reggae em “Mosca na Sopa”. Zélia Duncan poderia ter rendido mais na hiper batida “Metamorfose Ambulante”, assim como a quase sempre excelente banda Pedro Luís e a Parede que pouco fez por “As Aventuras de Raul Seixas na Cidade de Thor”. Sandra de Sá soa ‘over’ em “Tente Outra Vez”, o hino nacional do momento. O restante faz o feijão com arroz de sempre. Há ainda duas faixas em versão remix interpretadas pelo próprio Raul Seixas (a preconceituosa “Rock das ‘Aranha’” e a divertida “Como Vovó Já Dizia”). No final, entre mortos e sobreviventes, o evento serviu mesmo foi para mostrar que o legado do compositor baiano continua vivo.  É o que importa!

 

·         Mais uma nova banda de rock põe o primeiro CD no mercado. Trata-se da Leela, formada por quatro componentes: são três rapazes e uma moça, a vocalista e guitarrista que se chama Bianca Jhordão. As letras têm temas adolescentes, o som é pesado, mas a garota canta bem. É esperar para ver…

 

·         O criativo paraibano Chico César lança CD com as músicas compostas para a trilha da peça infantil “Amídalas”, através de seu próprio selo, Chita Discos. O trabalho contém as participações de Ana Carolina, Arnaldo Antunes, Lenine, Moska e Zeca Baleiro.

 

·         Quarta-feira passada, dia 15, o Espaço Cultural Yázigi ficou lotado com a presença de um público animado que foi prestigiar o show “Ones Play Metallica”, o qual, como o próprio nome já informa, baseou-se em canções do repertório da banda Metallica. O evento, capitaneado pelo grande guitarrista Marcus Vinícius, contou também com palestra em que foram analisadas características estilísticas da famosa banda americana.

 

·         Também no último dia 15 (quarta-feira passada), a banda sergipana Lacertae lançou seu novo CD intitulado “A Volta Que o Mundo Deu” em show realizado na capital paulista. A banda de Lagarto, que surpreende a cada apresentação, é composta por apenas dois membros: Deon Costa, na guitarra, e Aldemir Tacer, na bateria, mas faz um som fantástico que tem encantado as mais diversas platéias por onde quer que se apresente.

 

·          Juntamente com a primeira das cinco caixas da coleção “Pra Sempre”, está chegando às lojas o segundo DVD de Roberto Carlos. “Pra Sempre ao Vivo no Pacaembu” traz o registro do show feito pelo cantor no estádio paulista em 23 de outubro. Lançado no formato simples e numa embalagem que adiciona ao vídeo um CD com a gravação ao vivo, o DVD capta a grandiosidade do espetáculo e o fervor com que a platéia de súditos idolatra seu ídolo. Falando no Rei, o momento mais emocionante de seu show de fim-de-ano, levado ao ar antes de ontem pela Globo, foi quando, ao final da música “Se Eu não Te Amasse Tanto Assim” (que cantou ao lado de Ivete Sangalo), ele não conseguiu se segurar e desabou em lágrimas…

 

·         Ciente de que Tony Bennet acabou de lançar um disco com título idêntico ao que ela acaba de gravar, a genial Ithamara Koorax já pensa em mudar o nome de seu próximo CD inicialmente batizado de “The Art of Romance”, conforme adiantou esta Coluna. A cantora gravou vinte faixas para poder escolher as doze que efetivamente serão incluídas no novo trabalho, o qual foi gravado entre Londres, Los Angeles, Munique e Rio de Janeiro. É mole ou quer mais?

 

·         No próximo sábado, dia 25, estaremos a comemorar o nascimento do Cristo Jesus. Desde já, este colunista deseja a todos os leitores da “MUSICALIDADE” um Feliz e Santo Natal, com muita paz e alegria habitando em todos os corações!

 

Quaisquer críticas e/ou sugestões serão bem-vindas e poderão ser enviadas para o e-mail: rubens@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais