Mutirão beneficia 280 presos em Sergipe

0

665 presos já foram colocados em liberdade de agosto até agora
Completa nesta quarta-feira, 21, um mês de início das atividades do Mutirão Carcerário de Sergipe. Nesse período já foram analisados pela Defensoria Pública do Estado mais de mil processos de presos provisórios e sentenciados que encontram-se em presídios e delegacias de Sergipe. Desses pedidos já foram concedidos pela Justiça de Sergipe até essa terça-feira, 20, 280 benefícios de liberdade, sendo 177 a presos sentenciados e 103 a não sentenciados. 

“Estamos tentando aplicar a lei de forma igualitária. Violência maior é deixar presas, amontoadas nas delegacias, pessoas que podem responder em liberdade. Há muitos casos de pessoas que estão presas por bobagens e na maioria são pobres. Enquanto, via de regra, os mais abastados respondem em liberdade”, afirma o corregedor-geral da Defensoria Pública, Marcelo Rocha Mesquita.

Corregedor-geral da Defensoria destaca importância do benefício  
A expectativa é que o trabalho da Defensoria encerre na próxima semana, cabendo ao poder Judiciário prosseguir com a avaliação dos pedidos. Segundo o corregedor-geral, a Defensoria já vem desenvolvendo esse trabalho de análise de processos desde o início do ano, através do Núcleo de Execução Criminal e Núcleo de Acompanhamento de Inquérito Policial.

Pré-mutirão

No período de 14 de agosto a 20 de setembro, ocorreu o pré-mutirão que beneficiou um total 385 presos provisórios e julgados. Ao todo esse ano, em pouco mais de dois meses 665 presos já foram colocados em liberdade.

Por Carla Sousa

Comentários