Na Política repudia agressões aos jornalistas da Infonet

0

(Foto: Reprodução)

Em repúdio às agressões com ameaças sofridas pela equipe do Portal Infonet, durante uma cobertura jornalística, o portal Na Política se une aos colegas de comunicação cobrando a repressão a qualquer tipo de violência. O caso envolveu a participação de um policial, que logo foi afastado, e já chegou ao conhecimento do governador Jackson Barreto, que, em seguida, determinou providências cabíveis de proteção aos jornalistas da Infonet. Representantes do Sindicato dos Jornalistas de Sergipe (Sindijor) também reivindicam junto a Secretaria de Segurança Pública medidas enérgicas diante do fato.

Reforçando o apoio aos profissionais agredidos, reproduzimos a nota da Infonet, descrevendo o ocorrido e defendendo o direito à liberdade de expressão e a segurança pública. (Por Raissa Cruz, Na Política.com).

Nota de esclarecimento Infonet

Dois policiais civis, um deles identificado pela própria Corregedoria da Polícia Civil, com o pré-nome Raimundo, abordaram com violência e ameaça de morte membros da equipe de jornalistas do Portal Infonet na saída de Salgado, no interior de Sergipe, na manhã desta terça-feira, 3.

Os mesmos ainda tiraram foto do repórter e do motorista, quebraram os dois celulares e a máquina fotográfica da equipe que estava trabalhando na cobertura da prisão do ex-prefeito de Capela, Sukita. Os profissionais da Infonet passaram também na cidade de Salgado para fazer uma matéria sobre Ítalo Bruno Araújo Fonseca, enteado do secretário de Estado de Segurança Pública e suspeito de ter abordado um taxista com armamento pesado e anunciado um assalto na última semana.

A iniciativa do Portal Infonet em ir ao município se deu após receber informações que Ítalo morava em uma chácara em Salgado e tinha uma conduta muitas vezes abusiva.

A equipe foi abordada logo após entrevistar alguns moradores da cidade de Salgado, enquanto retornava a Aracaju.

Ao ir prestar Boletim de Ocorrência na Corregedoria de Polícia Civil a equipe do Portal Infonet foi recebida na Secretaria de Estado da Segurança Pública pelo secretário adjunto João Batista, pela superintendente da Polícia Civil, Katarina Feitosa, pelo coordenador das Delegacias do Interior, Cristiano Barreto e pela corregedora de polícia civil Teonice Alexandre que se espantaram com o ocorrido e prometeram adotar as medidas cabíveis.

Todos os membros da redação estão preocupados com a integridade física da equipe envolvida e por isso evitamos falar sobre o assunto. Mas em respeito ao nosso leitor resolvemos explicar o ocorrido.

O Boletim de Ocorrência já foi feito e o caso está nas mãos da Justiça. Não queremos transformar o fato em um episódio político para ajudar ou prejudicar A ou B, mas queremos que os envolvidos sejam punidos.

Não é a primeira vez que membros do Portal Infonet recebem ameaça e sabemos que não será a última, pois continuaremos a buscar informações sobre todos os assuntos de interesse da sociedade. Como determina a ética somos imparciais, procurando fazer nosso trabalho da melhor forma.

A equipe do Portal Infonet repudia o episódio, entendendo que qualquer tipo de violência contra jornalistas se traduz em agressão à liberdade de expressão.

A edição

Fonte: Na Politica

Comentários