“O pesquisador é um ser humano comum”

0

Imprensa, parceiros e pesquisadores prestigiam lançamento
O Decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de 9 de junho deste ano, criou a Semana Nacional da Ciência e Tecnologia. A Semana será comemorada anualmente no mês de outubro, sob a coordenação do Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT – e colaboração de entidades nacionais e instituições do setor.

 

Em Sergipe, o evento acontece de 18 a 24, incluindo também, nos dias 22 e 23, a Feira Integrada de Ciência e Tecnologia, promovida pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Sergipe – FAP/SE. Foi realizado na manhã de hoje, no Celi Praia Hotel, um café da manhã de apresentação da Semana à Imprensa, parceiros e pesquisadores. A abertura oficial será no dia 18, às 19h30, no Teatro Atheneu, com participação do governador João Alves Filho e do prefeito Marcelo Déda. Na ocasião haverá palestra com Sérgio Rezende, presidente da Financiadora de Estudos  Projetos – Finep -, e apresentação do Coral da Sociedade Filarmônica de Sergipe – Sofise.

 

Segundo Marcos Wandir Nery Lobão, diretor-presidente da FAP-SE  e coordenador geral da Semana, o evento tem o objetivo de mobilizar a população para a área. “O pesquisador é um ser humano comum, que tem na sua formação a proposta de trazer soluções. A FAP-SE aposta em projetos, com a idéia sempre de unir a teoria à prática, de levar o pesquisador e trazer uma nova

“O pesquisador é um ser humano comum” (Marcos Wandir)
direção à empresa. Queremos que a sociedade se utilize deste conhecimento, como foi o caso do  soro caseiro, por exemplo, que é algo simples e que salva vidas”, diz ele.

 

O evento contará com a participação de 30 instituições públicas e privadas de todo o Estado. Poderão ser encontrados os trabalhos de pesquisadores nas áreas de Agronegócios, Saúde, Engenharia, Meio Ambiente, Infotecnologia e Tecnologias Sociais. Devem ser utilizados recursos como exibição de vídeos, apresentações teatrais e de corais, desfiles de moda, entre outros.

 

“A proposta da I Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Sergipe é muito interessante, principalmente porque integra as três esferas: Governo Federal, Governo de Sergipe e

Colucci ressalta integração das três esferas: Federal, Estadual e Municipal
Prefeitura de Aracaju. Reunimos também órgãos relacionados à pesquisa, como Embrapa, UFS, Unit… Pensa-se muitas vezes que C & T é algo difícil de se traduzir, mas na verdade está mais próximo do que a gente imagina. Outro fator interessante é que o evento integra aluno ao top de linha da universidade”, informou Beatriz Colucci, gerente do Programa de Comunicação, Ciência e Tecnologia da FAP-SE.

 

“A idéia da Semana tem a intenção de dar visibilidade à pesquisa, de como ela é feita no Estado e a importância de  que ela seja sempre feita e bem feita. Além disso é um retorno, pois a sociedade tem que verificar como são investidos seus recursos, principalmente os públicos. A Semana serve também para

“A Semana serve também para desmistificar a ciência” (Carlos Eduardo Franciscato)
desmistificar a ciência. A ciência está no cotidiano das pessoas, ou seja, não é algo inacessível, feito por um grupo fechado, distante da sociedade. É pela ciência que as pessoas podem viver melhor em todos os aspectos: alimentação, bem-estar, qualidade de vida na cidades…”, comenta o pesquisador e professor da UFS, Carlos Eduardo Franciscato.

 

 

Mais informações sobre a Semana através do telefone (0xx79) 214-9982 ou através do e-mail comunicação@fap.se.gov.br.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais