OAB lamenta renúncia e reafirma adoção de medidas em apoio à advogada

A Ordem dos Advogados Brasil – Seccional Sergipe (OAB/SE) emitiu nota e também publicou um vídeo na noite desta terça-feira, 19, se pronunciando sobre a renúncia ao cargo de conselheira feita pela advogada Bruna Hollanda, que acusa um colega de profissão de estupro. Bruna usou as redes sociais para explicar seus motivos de renúncia ao cargo e acusar de Ordem de não tê-la apoiado institucionalmente na situação.

Confira a nota na íntegra:

“No dia de ontem, a Diretoria da OAB Sergipe recebeu e encaminhou a carta-renúncia de uma conselheira seccional aos trâmites protocolares da Ordem. Compreendemos e nos solidarizamos plenamente com o difícil momento que nossa colega está vivendo, e também lamentamos a sua renúncia ao Conselho.

Dentro da sua esfera de competência, a OAB adotou todas as medidas que estavam ao seu alcance, inclusive com instauração de processo disciplinar e imediato afastamento do conselheiro.

No entanto, nada que a Ordem fez, e ainda fará, será capaz de cicatrizar as dores vivenciadas pela nossa colega. Reafirmamos à mesma que não lhe faltará apoio moral, psicológico e institucional por parte da nossa Casa, que permanece à disposição para prestar todo o acolhimento, estando aberta para fazer além do que foi feito até este momento.

A OAB/SE seguirá agindo com ética, transparência e equilíbrio, cobrando a devida apuração dos fatos e garantindo a ampla defesa e o contraditório, mas sem deixar de lutar, de forma firme e intransigente, por aquela que sempre foi e sempre será uma das principais pautas da nossa instituição: a defesa dos direitos das mulheres.”

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais