Obra de construção da ponte do povoado Camboatá terá início dia 27

0
A assinatura da construção da obra foi realizada nesta quinta, 21 (Foto: Heitor Xavier)

O prefeito Marcos Santana assinou na manhã desta quinta-feira, 21, na sala de reuniões do Paço Municipal, a ordem de serviço para a construção da ponte que liga os povoados Camboatá e Caritá. A obra terá início na próxima quarta-feira, 27, e tem o prazo estimado para conclusão em seis meses. O investimento total será de R$ 264.633,20.

“Hoje é um momento de muita alegria para mim e para as comunidades do Camboatá e do Caritá. Estamos atingindo uma meta que traçamos no início do nosso governo, em que finalmente depois de longos anos essas comunidades terão a sua ponte que fica sobre o Rio Pitanga. Com a assinatura da ordem de serviço, a empresa já está autorizada a iniciar os trabalhos e já na quarta-feira, as equipes começarão a construção da ponte”, declarou o prefeito Marcos Santana.

Presente na assinatura da ordem de serviço, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de São Cristóvão, Paulo Júnior, parabenizou o prefeito pela ação que irá beneficiar os moradores das duas regiões. “Hoje a gestão Marcos Santana faz um feito histórico. Desde 2014, quando a ponte foi danificada, que a comunidade aguarda essa obra que agora será realizada e sem dúvidas será de muita importância para todos os moradores do Camboatá e do Caritá”, pontuou.

Atuante nas duas comunidades, o vereador Rege do Rosa Maria também celebrou a assinatura da ordem de serviço para construção da ponte. “Presenciei em épocas de chuvas o alagamento e enchentes daquela região e o sofrimento daquelas comunidades. A partir daí passei a abraçar a situação dos moradores de lá. Hoje fico feliz com essa ação e quero agradecer ao prefeito Marcos Santana, porque desde a gestão anterior nós buscamos a construção da ponte e agora finalmente tivemos a assinatura da ordem de serviço”, destacou.

Alegria dos moradores 

Na oportunidade, moradores dos dois povoados, presentes no ato de assinatura, também comemoraram o feito e parabenizaram o prefeito. “Esse é um sonho que está virando realidade e que a comunidade só tem a ganhar. Há tempos que nenhum representante que passou por aqui teve essa capacidade de fazer o que o prefeito Marcos Santana está fazendo neste momento. Agora é só arregaçar as mangas e trabalhar”, pontuou José Francisco dos Santos (Chiquinho).

Licitação

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edílio José Soares, a prefeitura teve dificuldades, há alguns meses, para realizar a assinatura da ordem de serviço por conta do processo burocrático no qual a obra estava envolvida. “Inicialmente foi contratada uma consultoria para a obra e em seguida iniciamos a primeira licitação. No estado de Sergipe nós não temos empresas para fazer obras deste porte, então as que se apresentaram para o edital da primeira licitação perceberam que na cobrança do edital elas não poderiam participar, então foi esvaziado, não houve empresa interessada e a que se interessou não estava capacitada”, revelou.

Segundo o secretário, após isso foi iniciada a segunda licitação, e no dia do certame uma empresa venceu o processo, mas quando foi verificada a habilitação notou-se que não possuía profissionais capacitados para fazer a obra. Iniciou-se então o processo para a terceira licitação. “Na terceira licitação, antes de iniciar o certame, foi identificado pela comissão responsável uma falha técnica. O erro foi corrigido, iniciamos a terceira licitação, onde duas empresas se candidataram e a mais habilitada saiu vencedora, e é ela que iniciará o processo agora. Então ocorreram muitas dificuldades para chegarmos até esse momento, nós estávamos todos ansiosos para essa obra acontecer, sabemos da necessidade da comunidade e agora finalmente poderemos oferecer a ponte para os moradores”, explicou o secretário.

Fonte: Prefeitura de São Cristóvão

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais