Operação conjunta tenta inibir crimes em Itabaiana

0

Foto:Divulgação SSP
Cerca de 120 integrantes da Polícia Militar e Polícia Civil realizam desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 11, uma operação integrada em Itabaiana. Durante todo o dia, equipes intensificam blitzes, rondas e abordagens para encontrar veículos roubados, armas e drogas. Os policiais também estão cumprindo mandados de prisão contra infratores procurados. O objetivo é inibir a ação de criminosos no município, distante 56 km da capital.

O efetivo das corporações na região foi reforçado por unidades especializadas que têm sede em Aracaju e também pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas ações desenvolvidas na rodovia BR-235. Os bloqueios acontecem em sete pontos do município, entre os quais estradas vicinais que levam a povoados e outras cidades. A operação se estenderá até o final da tarde, quando a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) deve divulgar o resultado da operação.

As ações estão sendo supervisionadas pelo comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Enilson Aragão, e pela coordenadora da Polícia Civil do Interior, delegada Katarina Feitosa. Segundo ambos, algumas pessoas já foram detidas por envolvimento em atos ilíticos, mas nenhuma informação sobre elas foi divulgada até o momento. “Estamos em campo nesta parceria para fortalecer a segurança na região”, resumiu Enilson.

Katarina afirmou que a operação deverá ser estendida em breve a outros municípios. “A meta é diminuir a incidência de crimes e levar mais tranquilidade ao sergipano que reside no interior de Sergipe. Por isso estamos levando neste primeiro momento a Itabaiana não só os policiais que atuam no batalhão da PM e da delegacia da Polícia Civil na cidade, como também grupamentos especializados das duas corporações sediados em Aracaju”, afirmou.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais