Operação contra tráfico de drogas prende dois em Propriá

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

Duas pessoas foram presas nesta quarta-feira, 22, durante operação realizada pela Polícia Civil no combate ao tráfico de drogas na região do Baixo São Francisco. Desde o início da manhã, cerca de 60 policiais civis buscam cumprir 11 mandados de prisões temporárias expedidas pela justiça local, além de apreensões de armas de fogo em Propriá, município distante 98 km de Aracaju.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/SE), as prisões ocorreram após denúncia anônima. Dois indivíduos foram detidos em sua residência. Com a dupla, a polícia encontrou 400 gramas de maconha. Parte da droga foi descoberta com a dupla e outra em um veículo Volksvagem com placa de Itabaiana que encontrava-se estacionado na garagem da residência.

O veículo foi conduzido por policiais até a delegacia de Propriá para verificação. A suspeita da polícia, é que o carro tenha sido utilizado no homicídio a um dos maiores traficantes da região, que não teve o nome divulgado.

Durante revista ao imóvel, a polícia encontrou R$ 500,00 reais em um urso de pelúcia. A polícia acredita que o dinheiro tenha sido obtido por meio do repasse da droga. Os indivíduos foram encaminhados a delegacia da cidade.

Operação

O Grupamento Tático Aéreo (GTA), além de delegacias de Neópolis, Japoatã, Telha e Canhoba também foram mobilizadas pela operação que ocorreu ainda de forma simultânea em outros municípios, como Aracaju, Itabaiana, no Agreste do estado, Estância, na região Sul e em Lagarto, no Centro-Sul sergipano.

DISK 181

O assessor de comunicação da SSP/SE, Sérgio Freire, destacou o trabalho de interação entre a população e polícia sergipana, que para ele, vêm contribuindo para que as prisões ocorram com êxito.

“O Disk 181 é uma ferramenta espetacular. É importante dizer que a segurança pública é dever de todos nós. O cidadão tem que ter consciência e passar a denunciar o traficante da sua rua, do seu bairro, e o disk 181 é a melhor ferramenta para que isso ocorra. É importante salientar que todas as denúncias que chegam até nós são apuradas pela Polícia Militar e Polícia Civil, e que não é preciso se identificar, a identidade do cidadão que fez a denúncia é preservada”, enfatiza o assessor da SSP/SE, Sergio Freire.

Balanço

A superintendente da Polícia Civil, a delegada Katarina Feitosa, irá divulgar na tarde desta quarta-feira, 22, o balanço final da operação. O local e o horário da coletiva de imprensa ainda não foram divulgados.

Por Leonardo Dias e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais