Operação Gabarito: SSP, PF e TRE não foram notificados

0
Mais de 500 pessoas podem ter se beneficiado com o esquema fraudulento (foto: Arquivo Portal Infonet)

Até a manhã desta terça-feira, 09, nenhum dos órgãos,- que pode levar adiante as apurações da Operação Gabarito no estado de Sergipe,- foram notificados da investigação do concurso para o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) em 2015.

As assessorias de comunicação da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), da Polícia Federal em Sergipe (PF/SE) e também do TRE/SE informaram que não receberam nenhum comunicado e  só irão se manifestar após serem citadas.

A Polícia Civil da Paraíba  desarticulou na última segunda-feira, 8, uma quadrilha que vendia aprovações em concursos públicos em seis estados do Nordeste (Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Sergipe e Piauí). Chamada de Operação Gabarito, o esquema fraudulento teria beneficiado mais de 500 pessoas através do pagamento de R$ 18 milhões à quadrilha desde 2005.

O concurso do TRE/SE em 2015 também faz parte da lista de investigação da Polícia Civil da Paraíba e espera-se que as informações sejam repassadas para a polícia local. O concurso feito pela Fundação Carlos Chagas ainda encontra-se em vigência e na última semana seis aprovados foram empossados.

Concursos que teriam sido fraudados pelo grupo
Ano – Concurso – Organizadora

• 2005 – Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU)
• 2006 – Câmara Municipal de João Pessoa – Funiversa
• 2008 – Polícia Militar da Paraíba – UEPC/Comvest
• 2008 – Fundac/PB – Cespe
• 2009 – Polícia Civil do Rio Grande do Norte – Cespe
• 2010 – Guarda Municipal de Cabedelo – IBFC
• 2010 – Detran/RN – Fundação Getúlio Vargas
• 2011 – Concurso da Coperve – IFPB
• 2012 – Guarda Municipal de Bayeux – Contemax Consultoria
• 2012 – Guarda Municipal de João Pessoa – IBFC
• 2012 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas
• 2012 – Prefeitura Municipal de Santa Rita – Asperhs
• 2012 – Universidade Federal de Alagoas (UFAL) – Fundepes
• 2013 – Oficial do Corpo de Bombeiros da Paraíba – CPCON/UEPB
• 2013 – Assembleia Legislativa da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
• 2013 – Detran/PB – Funcab
• 2013 – Departamento Penitenciário Nacional – Cespe
• 2013 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB
• 2014 – Corpo de Bombeiros da Paraíba – IBFC
• 2014 – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – CPCon
• 2014 – CFO Polícia Militar da Paraíba – Funape
• 2014 – Concurso Conab1
• 2014 – Concurso de agente da Polícia Federal – Cespe
• 2014 – Polícia Rodoviária Federal – Cespe
• 2014 – Câmara Municipal de Cabo de Santo Agostinho
• 2014 – Tribunal Regional do Trabalho 13ª Região – Fundação Carlos Chagas
• 2015 – Ministério Público da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
• 2015 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – IFPB
• 2015 – Prefeitura Municipal de Campina Grande – CPCON/UEPB
• 2015 – Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe – Fundação Carlos Chagas
• 2016 – Prefeitura Municipal de João Pessoa – Quadrix
• 2016 – Prefeitura Municipal do Conde – Advise
• 2016 – Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba – Fundação Carlos Chagas
• 2016 – Prefeitura Municipal de Alhandra – Educa – Assessoria Educacional
• 2016 – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – Fundação Getúlio Vargas
• 2016 – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Covest
• 2016 – Concurso Contemax
• 2016 – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) – Instituto AOCP
• 2016 – Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE
• 2017 – Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) – Comperve/RN

Por Raquel Almeida

Comentários