Ossada na cisterna: SSP conclui inquérito, mas não identifica autores

Foto reprosução vídeo SSP/SE

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) já concluiu as investigações relativas à ossada humana encontrada dentro de uma cisterna abandonada, no município de Japaratuba, mas os suspeitos pelo crime ainda não foram identificados.

As investigações foram conduzidas pelo delegado Wanderson Bastos e há suspeita de que o crime tenha vinculação com o tráfico de drogas, apesar da ossada ainda não ter sido identificada oficialmente, segundo informações da assessoria de imprensa da SSP.

Conforme a assessoria, o inquérito policial já foi encaminhado ao Poder Judiciário e o processo tramita em segredo de justiça. Por esta condição, a SSP não pode informar detalhes da investigação. Os peritos criminais estão analisando as amostras coletadas da ossada humana para identificar oficialmente a vítima, procedimento que está sendo realizado junto ao Instituto de Análise e Perícias Forenses (IAPF).

Conforme a assessoria de imprensa, apesar da conclusão do inquérito, a equipe da Polícia Civil permanece realizando diligências na região para localizar os suspeitos. O delegado pretende pedir a prisão dos suspeitos assim que eles forem efetivamente identificados.

Relembre o caso

Os restos mortais foram encontrados no dia 30 de agosto deste ano e teriam sido jogados dentro de uma cisterna abandonada no município de Japaratuba. Há suspeita de que a ossada humana seja de um homem conhecido como Joe, que continua desaparecido.

A comunidade pode continuar ajudando a polícia a elucidar este crime, transmitindo informações através do Disque Denúncia da SSP. Basta uma ligação telefônica, através do número 181. As informações e a identificação das pessoas serão mantidas em absoluto sigilo.

Por Cassia Santana  

Portal Infonet no WhatsApp
Receba no celular notícias de Sergipe
Clique no link abaixo, ou escanei o QRCODE, para ter acessos a variados conteúdos.
https://whatsapp.com/channel/
0029Va6S7EtDJ6H43
FcFzQ0B

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais