Pai de “Pipita” é encontrado morto em cela do Copemcan

0

O interno José Santos, 40 anos, pai do adolescente Cleverton Santos Reis, conhecido por Pipita, morto em março de 2008, foi encontrado sem vida em uma das celas do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão. Ele cumpria pena na unidade pelo crime de homicídio.

A informação é de que José dos Santos cometeu suicídio enforcando-se com uma toalha. A morte foi percebida nesta manhã, por volta das 10h, quando o interno foi chamado para receber o café da manhã. Como não atendeu ao chamado, os agentes abriram a cela e o encontraram morto pendurado pelo pescoço com uma toalha.

Ele estava cumprindo regime disciplinar por ter sido flagrado com um celular dentro do presídio de São Cristóvão (Copemcan) . O detento – que havia sido condenado por dois homicídios na cidade de Tomar do Geru – estava prestes a deixar o isolamento após ter cumprido 24 dias de uma pena total de 26 dias.  A direção do presídio informou que a polícia foi acionada e que as investigações serão realizadas para apurar qualquer fato novo.

Pipita

O menor Cleverton Santos Reis, 17 anos, o Pipita, ficou conhecido no Estado pelos crimes que cometeu na região do município de Tomar do Geru e por conseguir escapar da polícia sergipana, que esteve mobilizada durante meses na tentativa de capturá-lo. Em março de 2008 um lavrador conseguiu atingí-lo com um golpe de foice e em seguida o jovem foi alvejado com tiros pela polícia, vindo a falecer.

Comentários