Adema diz que objetos em praias são caixas de contenção de impacto

0
Segundo a perícia, os objetos são caixas de contenção de impacto (Foto: Luiza Cazumbá)

Em outubro do ano passado, materiais não identificados foram encontrados nas praias da Atalaia e Mosqueiro. Os objetos causaram estranheza  pela difícil identificação a olho nu. Após uma perícia realizada pela Polícia Federal de Sergipe,a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) informou que os materiais são caixas de contenção de impacto e não oferecem riscos à saúde dos banhistas.

Segundo o presidente da Adema, Gilvan Dias, o laudo demorou menos de um mês para ficar pronto e não foi identificado nenhum agente nocivo nas caixas. “Nós ainda não sabemos como essas caixas foram parar no litoral. Podem ter sido descartadas irresponsavelmente ou ainda se desprendido de algum contêiner”, destaca. “Essas caixas geralmente são usadas para amortecer o impacto durante o transporte de carga que é realizado pelos contêineres”, acrescenta.

Em relação a uma mancha de óleo que apareceu na semana passada na praia de Atalaia , Gilvan diz que a Adema ainda espera o laudo para precisar o que possa ser realmente. “Creio que até sexta-feira, 18, nós teremos uma conclusão”, avalia.

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

Comentários