Petroleiros ameaçam entrar em greve

0

A Federação Única dos Petroleiros – FUP – informou que poderá haver uma greve maior, com paralisação de produção, caso a Petrobras não atenda às reivindicações dos petroleiros. Uma reunião de negociação com a empresa está marcada para hoje, às 14 horas. Por enquanto, a FUP está com um calendário de paralisações surpresas de 24 horas nas diversas unidades da Petrobras, até a próxima sexta-feira.

 

As principais reivindicações dos petroleiros são as seguintes: reajuste salarial de 13,21%; mesmo tratamento para ativos e aposentados; igualdade de direitos para funcionários que entraram depois de 1997; implementação de uma nova política de segurança no trabalho e um novo plano de cargos.

 

Segundo o Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos e Plásticos dos Estados de Alagoas e Sergipe – Sindipetro -, o início da greve dependerá da mobilização da categoria em outras unidades, principalmente nas do Rio de Janeiro. A entidade informa que estão sendo feitas assembléias permanentes para discutir a negociação.

 

Hoje, às 19 horas, acontece uma reunião no Sindipetro de Aracaju, na rua Siriri. Durante o encontro será avaliada a negociação feita pela FUP às 14 horas.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais