PF prende acusados de crimes contra autarquias

0

Por volta das 5 horas da manhã de hoje, o presidente do Conselho Federal de Enfermagem, Gilberto Linhares Teixeira, foi preso em sua residência em Aracaju. A esposa dele, Hortência Linhares, foi presa em São Paulo. Ambos são suspeitos de chefiar uma quadrilha que comete crimes contra a autarquia e que envolve funcionários do conselho em cinco Estados: Rio de Janeiro, Goiás, Piauí, Sergipe e Alagoas.


A prisão faz parte da Operação Predador deflagrada hoje pela Polícia Federal depois de investigações realizadas a partir de um inquérito de 1998, da Delegacia Fazendária. De acordo com Rossana Eiras, assessora de Comunicação da PF em Sergipe, foi apreendido na casa do acusado US$ 35 mil, 2 mil Euros, várias jóias, um veículo importado, além de documentos e computadores. É possível que outras prisões sejam efetuadas no Estado.

 

Segundo a PF, o patrimônio de Linhares é incompatível com seus rendimentos. Após ter passado pelo exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal, na tarde de hoje, o presidente do Conselho deverá ser encaminhado, ainda hoje, para a Casa de Detenção de Aracaju.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais