Polícia detalha operação que culminou na apreensão de munições e armamento

0

Fotos: Reinaldo Gasparoni/SSP


Duas espingardas calibre 12, dois revólveres calibre 38 e mais de 280 munições, foi o potencial bélico encontrado na casa do lavrador Antônio Severiano de Jesus, 64 anos. Os detalhes da ação policial foram fornecidos na manhã desta terça-feira, dia 4, pelo delegado Paulo Cristiano Ricarte.

A ação faz parte dos trabalhos desenvolvidos pela Polícia Civil durante a “Operação Normandia”, deflagrada no dia 20 de julho e sem data para ser encerrada. De acordo com Ricarte, as investigações, que culminaram com a prisão e as apreensões nesta segunda-feira, dia 3, foram iniciadas a partir de denúncias da população da região.

A polícia acredita que as munições e as armas de fogo deveriam ser encaminhadas para criminosos que atuam na região, o que poderia gerar um aumento da criminalidade local. “O Antônio confessou que comercializava munições e armas há dez anos. Ele possui um estabelecimento comercial vizinho a sua casa atuando paralelamente com o comércio ilícito”, explicou o delegado.

Ainda de acordo com Paulo Cristiano, as munições eram vendidas por R$ 5,00. Das 287 munições apreendidas, 180 são de revólveres calibre 38, 70 de espingardas calibre 12 e 37 para armas .32. A polícia investiga agora a origem das armas e das munições. Antônio Severiano foi indiciado pelos crimes de tráfico de munição e posse de arma de fogo e ficará detido à disposição da Justiça.   

A determinação da SSP é que as equipes especializadas das polícias Civil e Militar continuem na cidade e, com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), possam desenvolver novas prisões.

Fonte: SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais