Polícia investiga golpe de venda de casas populares

0
Roseane Patrício "O caso já está sendo investigado pela polícia"

A polícia está investigando as denúncias de golpes envolvendo a venda da casas em Aracaju. As vítimas denunciaram o caso na Delegacia Especial de Falsificações e Defraudações. Cerca de 10 pessoas foram vítimas de uma mulher, identificada como Cecília Maria Pimentel. Segundo as vítimas, a suposta corretora cobrou R$ 5.300 para garantir o suposto cadastro.  Ainda segundo as vítimas, a mulher responsável pelas vendas informou que os imóveis seriam doados pela Prefeitura de Aracaju.

De acordo com a representante da Central de Movimentos Populares, Roseane Patrício, a mulher teria conseguido roubar dos cerca de R$ 20 mil. Ela contou ainda, que Cecília esteve na Central e ela conseguiu que a mesma confessasse o crime. “Eu consegui gravar a conversa que tive com ela. Na gravação é possível identificar o momento em que ela confessa ter aplicado o golpe. Nós já identificamos as vitimas que foram orientadas a procurar a polícia”, disse.

Roseane contou que a mulher fazia os cadastros em padarias e até em sua própria casa, prometendo que o cadastro seria enviado à Central para que os mesmo conseguissem as casas doadas pela prefeitura. Ainda segundo ela, as vítimas depositaram o dinheiro na conta da suposta corretora. “Só que ela não contava que essas pessoas viessem nos procurar. Quando elas chegaram aqui, vimos que não tinham cadastro pronto, como teria prometido Cecília”, relatou Roseane, ao ressaltar que algumas vítimas chegaram a pagar até R$ 2.500 mil de entrada e mais 2.500 em depósito em conta.

A delegada responsável pelas investigações, Maria Pureza, resumiu que o caso está sendo investigado pela Delegacia Especial de Falsificações e Defraudações.

Tentamos encontra o contato da suposta corretora, mas sem êxito. O Portal Infonet Está à disposição caso queira dar sua versão dos fatos, através do 2106-8000 ou jornalismo@infonet.com.br.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais