Polícia já apreendeu 50 armas este ano

0

Até maio deste ano já foram 50 armas; em 2009, no mesmo período, 25
Duas apreensões de armas de fogo efetuadas pela Companhia de Radiopatrulha da Polícia Militar (CPRp) nesta quarta-feira, 21, contribuíram com o aumento das estatísticas de apreensão de arma de fogo no ano de 2010. Só nos primeiros cinco meses a unidade especializada apreendeu na Grande Aracaju 50 armas de fogo. No mesmo período do ano passado os militares apreenderam 25 armamentos.

“Até o momento já apreendemos o dobro de armas de fogo comparado ao mesmo período do ano passado”, explicou o comandante da RP, capitão Vitor Moraes. No primeiro caso, após denúncias de policiais através do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), foi preso o comerciante Edney Oliveira Santos. A prisão ocorreu na manhã desta quinta-feira, 20, no conjunto Augusto Franco.

No estabelecimento do comerciante foram encontradas duas armas de fogo, sendo uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38. Além de uma pistola de brinquedo, um colete balístico, munições, capuz e uma máscara. Edney foi conduzido para Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

A outra apreensão foi registrada no conjunto Santa Maria na tarde desta quinta-feira, 20. Na oportunidade, os policiais militares prenderam Wilames Ambrósio dos Santos, de 19 anos, que foi flagrado em via pública com um revólver calibre 38 e quatro munições. Ele, que já foi interno do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam) por conta de um ato infracional relativo a assalto, foi denunciado por membros da família que o temiam.

Segundo o capitão Vitor, a grande quantidade de apreensões de armas de fogo no ano passa pela motivação da tropa e pelos investimentos feitos pelo Governo do Estado. “Os bons resultados relativos à apreensão de armamento no ano é fruto de uma postura de maior motivação dos militares e investimentos por parte do Governo em armamentos e viaturas. Hoje a nossa Companhia teve sua frota de viaturas dobrada”, informou o oficial.

Ainda de acordo com o Moraes, no ano passado houve um planejamento que foi focado no combate ao crime de tráfico de drogas. “Em 2009 intensificamos o combate ao tráfico de substâncias entorpecentes. Neste ano, continuamos combatendo esse crime e focamos, também, na apreensão de armas de fogo. Dentre as armas apreendidas, o revólver calibre 38 teve a maior incidência”, finalizou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais