Policiais fazem manifestações

0

Policiais federais e civis paralisaram suas atividades nesta quarta
Nesta quarta-feira, 10, policiais de todo o Brasil paralisaram suas atividades. O motivo é a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 549, que está tramitando na Câmara dos Deputados. A PEC pretende transformar a função de delegado de polícia em carreira jurídica, equiparando os salários da categoria ao do Ministério Público.

Em Sergipe, policiais federais e civis pararam de trabalhar hoje para manifestar a indignação da categoria com a proposta. Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Estado de Sergipe (Sinpef/SE), Antônio Robson, a estrutura da Polícia deve seguir uma carreira única. “Assim, quem trabalha na área são policiais que sabem trabalhar e, quem evolui na carreira, é por causa da experiência de trabalho”, afirma o presidente.

O presidente do Sinpef, Antônio Robson
Antônio Robson espera que o Governo perceba o erro que é a aprovação da proposta. “Espero que a força política do Governo faça com que essa proposta, que apenas beneficiaria os delegados e prejudicaria grande parte da população, não a aprove. Espero também que seja criada uma lei orgânica digna para os profissionais da Polícia Federal e Civil”, diz o presidente do sindicato.

O Sinpef afirma que esperará uma posição do Governo quanto à aprovação da PEC. Se o resultado for positivo, o sindicato contribuirá para a construção de uma lei orgânica que beneficie a categoria. Se a aprovação da PEC for efetuada, o sindicato entrará em greve por tempo indeterminado.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais