Política interfere no espetáculo de Orquestra

0

A Orquestra Sinfônica de Sergipe tinha apresentação marcada para o Teatro Castro Alves, em Salvador, para a última sexta-feira. A divulgação por lá estava dentro do previsível. O jornal “A Tarde” chegou a dedicar à Orquestra uma página no seu caderno de variedades.

De repente, não mais que de repente, o Secretário de Cultura, sr. José Carlos Teixeira, mandou cancelar o espetáculo. Conforme declarou ao Jornal da Cidade de ontem, 10, porque não havia mais motivos para esta apresentação: o sr. Paulo Souto perdeu a eleição na Bahia e o sr. João Alves Filho perdeu a eleição em Sergipe.

Parece brincadeira, mas não é. Politizar uma apresentação artística desta maneira chega a ser um absurdo. Mas, foi o que aconteceu. A própria direção do Teatro Castro Alves ficou sem saber que explicação dar aos seus habituées…

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais