População reclama de esgotos e cratera no Padre Pedro

0

A cratera está localizada no inicio da rua 28 Fotos: Portal Infonet
Aos 64 anos, o senhor Isaurino Gomes, não consegue conter as lágrimas ao abrir a porta do quintal de casa. Morador da rua 28 do conjunto Padre Pedro há 11 anos, o senhor que tem problemas de pressão alta enfrenta uma dura rotina por conta da falta de pavimentação da localidade. Além da grande quantidade de lixo e de uma enorme cratera localizada no inicio da rua, o senhor sofre constantemente com o mau cheiro dentro de casa.

O esgoto que corre a céu aberto na rua invadiu a casa e o quintal de Isaurino. “Não sei o que fazer porque na casa moro com a minha esposa que vive doente por causa dessa podridão. Muitas vezes no meio da noite não conseguimos dormir, aí sento na cama e choro muito. Ela [esposa] pede para me conformar, mas não posso viver dessa forma, quero que alguém venha aqui tomar uma providência”, lamenta.

O aposentado sofre e chora com o mau cheiro que vem do quintal
Há poucos metros da residência do senhor Isaurino uma enorme cratera impede o fluxo de veículos, alguns moradores idosos também são impedidos de deixar o local já que o buraco contém água de fossa.

O reciclador José Carlos da Conceição que é pai de um casal diz que a comunidade está sofrendo pela falta de pavimentação e afirma que a situação ficou pior após a abertura de um canal no conjunto. “Chegaram no Padre Pedro e abriram um canal, só que essa obra não foi concluída. Resultado é que ficamos com esse buraco que está cedendo cada vez mais e virou um depósito de lixo e água de fossas”, afirma.

De acordo com o líder comunitário Edi Alves Sobrinho falta pavimentação das ruas 20 a 35. “O

O mau cheiro é insuportável
problema vem piorando todos os dias. Por conta dessa falta de saneamento básico tem muitos mosquitos, as crianças vivem doentes com infecções e até doenças de pele. São 11 anos morando aqui e até agora nada foi feito”, denuncia.

O aposentado Givaldo Oliveira Santos diz que sofre com as picadas de mosquitos e que é impossível ficar em casa principalmente no período da noite sem utilizar um cortinado. “O meu quintal está tomado por lama e água de fossa. Eu e minha esposa não conseguimos assistir uma televisão à noite porque os mosquitos atacam e ninguém pode suportar os calombos que ficam após as picadas”, reclama.

PAC

A prefeitura de Aracaju informou que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), investirá mais de R$ 13 milhões em obras de infraestrutura no bairro Santa Maria. Segundo a prefeitura a iniciativa compreende aos serviços de terraplenagem, drenagem, pavimentação e implantação de redes de água e esgoto nos conjuntos Governador Valadares, Padre Pedro e comunidades Santa

No local o lixo está espalhado por todos os cantos
Maria, Terra Dura, Maria do Carmo e Senhor do Bomfim.

De acordo com a prefeitura a primeira parte da obra é de responsabilidade do Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), que fará a implantação das redes de água, esgoto e drenagem. Somente após a conclusão desta etapa, a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) dará início à segunda fase, com a terraplenagem e pavimentação das vias da localidade.

Obras paralisadas

Segundo a prefeitura o projeto alcança cerca de 2,5 km de vias drenadas e pavimentadas entre os conjuntos Maria do Carmo e Padre Pedro. As obras foram suspensas temporariamente, no início deste ano, por conta da necessidade de construção do canal na Avenida Valter Barreto, obra que será executada pela Deso.

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais