Porto Dantas: laudo dos Bombeiros conclui que incêndio foi proposital

0
Em laudo, Corpo de Bombeiros conclui que incêndio na Orla Porto D’anta foi proposital (Foto: Felipe Goettenauer)

O incêndio que atingiu três quiosques na Orla Porto D’anta, zona Norte da capital, na noite do dia 1° de julho, foi ocasionado por por uma ação humana dolosa e, portanto, proposital, segundo laudo pericial enviado pelo Corpo de Bombeiros à Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb).

De acordo com a Emsurb, o laudo do Corpo de Bombeiros informou que diante da análise realizada anteriormente dos vestígios das estruturas dos telhados, foi verificado que houve concentração das chamas a partir de um objeto com fogo ateado nos quiosques.

Durante os procedimentos de apuração, outras hipóteses motivadoras foram eliminadas, como a incidência de descarga atmosférica, por não haver ocorrência deste fenômeno no dia e hora do evento; e combustão espontânea, tendo em vista que não foram identificadas condições favoráveis no local. A possibilidade de curto circuito na instalação elétrica também foi descartada.

Para determinar o local de origem do incêndio, os peritos realizaram a inspeção visual da área atingida, a análise da dinâmica do fogo, inspeção das instalações elétricas, registro fotográfico, além da coleta de informações com pessoas relacionadas a ocorrência.

A Emsurb esclareceu que a Polícia Civil dará continuidade às investigações no sentido de identificar os responsáveis  pelo dano ao patrimônio público.

Com informações da Emsurb

Comentários