Postos de SE podem estar envolvidos com quadrilha

0

Eles estariam sendo chefiados pelo baiano Aparecido Santana [de short anarelo] (Fotos: Portal Infonet)

Os delegados Jonathas Evangelista e Hildemar Rios apresentaram na manhã desta sexta-feira, 23, à imprensa, no Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), acusados de integrar uma associação criminosa especializada em roubo de combustíveis. A quadrilha agia nos Estados de Sergipe e Bahia e a informação é de que postos de municípios baianos e sergipanos estariam recebendo o material ilegal. O prejuízo está avaliado em cerca de R$ 500 mil.

Foram apresentados os sergipanos Júlio César Silva dos Santos, 30; José Cícero Soares (‘Cicinho’), 33; Vildeis dos Santos (‘Bidu’), 27; José Antonio dos Santos (‘Tonho’), 32 e o baiano Aparecido Santana dos Santos (‘Cidinho/Coroa’), apontado como o chefe da quadrilha desarticulada por policiais civis do Cope. Foi ainda cumprido mandado de prisão contra Ismael dos Santos Silva (‘Rojão/Bruno’), 32, que já estava preso em Sergipe no dia da operação.

Todos foram presos em uma casa na cidade de São Francisco

A operação coordenada pelos delegados Jonathas Evangelista e Hildemar Rios, contou com apoio de policiais da Coordenadoria de Polícia da Capital (Copcal), foi desenvolvida nos municípios sergipanos de Santana do São Francisco e Malhada dos Bois, tendo sido conduzida pelo Cope e pela Divisão de Inteligência e Planejamento Policial – Dipol.

Desarticulação

O delegado Jonathas Evangelista, explicou como a quadrilha foi desarticulada. “Todos foram presos em uma casa na cidade de São Francisco. A quadrilha agia armada em veículo de pequeno porte. O líder possui um caminhão-tanque, uma parte abordava os caminhoneiros parados em postos de combustíveis com a carga. O motorista era rendido, feito refém. O caminhão era tomado de assalto por parte dos bandidos e conduzido para um local previamente acertado onde o outro caminhão do Aparecido [tido como chefe] já estava parado, fazia o transbordo do combustível e a vítima era abandonada em local ermo”, relata.

Cerca de 40 quilos de maconha prensada foram apreendidos com os presos

O delegado informou que uma parte era responsável para abordar as vítimas, a outra para fazer o transbordo do caminhão para o chefe da quadrilha. “Eles tinham o local para armazenar o combustível e também pessoas que já receptavam o material subtraído. Como as investigações duraram oito meses e essa equipe agia em Sergipe e Bahia, os levantamentos dos prejuízos ainda estão sendo concluídos inclusive com apoio da polícia civil baiana”, diz.

Tráfico

Sobre a ligação dos presos com o tráfico de drogas, o delegado afirmou que no momento da prisão, eles estavam de posse de aproximadamente 40 quilos de maconha prensada. “Além dos roubos, eles vão responder por tráfico de drogas, que tem sido um dos crimes que motiva o cometimento de outros. Eles roubam e com o lucro investem no tráfico de drogas pra que esse lucro cresça”, destaca acrescentando que além da droga, foram apreendidas munições de calibre 38 e 380, combustível e vários vasos para o acondicionamento, três veículos e uma moto.

Esquema

Delegado Jonathas Evangelista explica a desarticulação da quadrilha

Galões utilizados no esquema

Um dos carros utilizados

Moto também estava em poder dos integrantes da quadrilha

Quanto a possibilidade do envolvimento de donos de postos de combustíveis em Sergipe, no esquema, Jonathas Evangelista, enfatizou que as investigações continuam.

“Isso no sentido de identificar outros possíveis integrantes do grupo como também os postos para onde esse combustível seria destino. Sabemos que alguns postos tanto de Sergipe quanto de Alagoas, recebiam o material”, confirma completando que em alguns casos suspeita do desvio com participação de motoristas e assim que sejam identificados e haja a concussão pela participação, eles serão indiciados e presos.

As investigações foram iniciadas em maio de 2014, após a ocorrência do roubo de uma carga de gasolina no pátio de um posto de combustíveis localizado na BR 101, Povoado Taboca, em Nossa Senhora do Socorro.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais