Prédio tombado da rua 24 horas não pode ser demolido

0

O promotor de Justiça Eduardo Seabra, enviou ofício para o secretário da Indústria e Comércio Tácito Antônio de Faro Melo e para os presidentes da Codise, Emsetur, Cehop e os secretários da Infra-Estrutura e Turismo, alertando que o governo do Estado não pode demolir o Centro de Turismo e Comercialização, por ser um prédio tombado pelo Decreto Estadual nº 6129 de 6 de janeiro de 1984. O promotor de Justiça alertou ainda, que qualquer projeto de construção do shopping, que faça modificação no prédio tombado, por menor que seja, será objeto de ação judicial a ser proposta pelo Ministério Público de Sergipe, para responsabilizar penalmente e civilmente as autoridades que tenham participado da obra. No último dia 9 deste mês, o promotor de Justiça Eduardo Seabra, foi procurado por comerciantes de lojas do Centro de Turismo, que estão preocupados com a situação. Por Avelar Mattos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais