Prefeitura implantará nova sinalização nas ruas de Aracaju

0

Günter Dantas, Walmor Barbosa e Edvaldo Nogueira
A prefeitura municipal de Aracaju lançou hoje, 23, pela manhã o projeto “Cidadania Urbana”, que visa identificar ruas e logradouros da cidade. O projeto sistematiza a implantação de placas de identificação em toda a cidade, por meio de parceria com a empresa Metal Monte Maia, ganhadora da licitação. Na ocasião o prefeito assinou a ordem de serviço, formalizando o contrato e iniciando o projeto que deve ter suas primeiras ações em 15 dias.

Segundo o presidente da Empresa de Urbanização (Emurb), Walmor Barbosa, a demanda por essa ação é grande na cidade, e percebendo isso foi realizado um estudo para verificar a possibilidade de implementação. “Aracaju precisa dessa sinalização. Em muitos bairros não

Situação atual da sinalização em Aracaju
há placas de identificação, e as que existem estão ultrapassadas.”, declarou Walmor.

O projeto tem o custo estimado de R$1,76 milhão, mas o contrato prevê custo zero para a prefeitura. “A Emurb estudou uma maneira de ter um projeto de custo praticamente zero para o município, ou seja, uma parceria com alguma empresa, em que o município indicasse o modelo a ser colocado e o empresário fizesse parcerias de propaganda com outras organizações. É um contrato de cinco anos onde a Emurb vai atuar como fiscalizadora das ações” esclareceu o presidente da Emurb.

“Atualmente não há uma padronização, e os equipamentos estão ilegíveis e deteriorados. Além de serem inadequados do ponto de vista da comunicação social e manutenção” constatou a arquiteta Vera Ferreira, da Emurb.

Ações Práticas

No estudo prévio foi concluído que serão implantadas 8.640 placas de identificação, e aproximadamente 2 mil conjuntos sinalizadores. As placas são de afixação residencial e serve para a indicação de lugares não-comerciais. Os conjuntos sinalizadores são implantados nas esquinas das quadras de regiões comerciais, já que tem um espaço reservado para propaganda publicitária.

Arquiteta mostra os primeiros locais que receberão a nova
sinalização
Foram detectadas 500 quadras consideradas comercialmente interessantes para a implantação de conjuntos sinalizadores, concentrando-se no centro da cidade e arredores. Ainda serão calculados os valores utilizados para a publicidade, mas em breve o projeto será apresentado aos empresários locais.

Os próximos passos são a formação de um grupo gerenciador, para fiscalizar a implantação, a firmação dos convênios de parceria para viabilização das placas e conjuntos sinalizadores, e o cadastro dos logradouros e endereçamento unificado dos imóveis do município. Para isso a prefeitura mapeou as áreas que possuem ruas com dupla nomeação (uma legal, e uma de conhecimento público), e as que não possuem nomeação legal, e irá estudar os casos junto á Câmara de Vereadores.

Placa padrão com cor de fundo azul, requisitado pelos Correios
De imediato, em 30 dias espera-se a identificação de 3.978 faces de rua e 476 praças e locais públicos, totalizando 4.454. “No prazo de um mês iremos instalar 500 placas, totalizando 2 mil, e ao longo dos cinco anos instalaremos as 8 mil placas e 2 mil conjuntos. Com certeza vai ajudar bastante a localização em Aracaju”, comentou Günter Dantas, representante da empresa Metal Monte Maia, responsável pela implantação. A empresa é originária do Ceará e está trabalhando com esse tipo de serviço em todo o país.

Cidadania Urbana

Para o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, o projeto vem resgatar a cidadania da cidade. “O projeto é uma certidão de nascimento, principalmente para as novas ruas que vieram com o crescimento da cidade, nos conjuntos habitacionais. É um projeto simples, mas fundamental para a organização e estruturação da cidade”, comentou o prefeito.

 

 

 


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais