Preso acusado de envolvimento na morte de vigilante

0
Acusados foram presos pelo Cope (Fotos: SSP/SE)

Policiais do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil e o Comando de Operações da PM (COE/PM) prenderam na última quarta-feira, 20, no Alto da Divinéia, em São Cristóvão, e no bairro São Carlos, em Aracaju, dois homens envolvidos cada um com crimes diferentes. Um deles, Carlson José dos Santos, conhecido como 'Son', 24 anos, é acusado de matar o vigilante da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Jefferson Marcos Freire de Paiva, 32 anos, no dia 3 de março deste ano.

Já Renan Renilson da Silva, 25, junto com Carlson e outros comparsas também é apontado pela polícia como autores do roubo a um motel da Grande Aracaju, crime ocorrido no dia 28 de fevereiro deste ano. Renan é foragido do Presídio de Areia Branca desde o início de fevereiro. Ele nega a participação nos crimes, mas a polícia não tem dúvida da participação dele no assalto ao Motel Village, em Socorro.

No crime contra o motel, a dupla e os comparsas José Maciel Dantas, o 'Dedé', 32 anos, José das Neves Santos, o 'Neguinho Ourite', 29, e Robson Leandro Rosa Rezende renderam o vigilante do motel, tomando o revólver e o colete do profissional. “Em seguida, eles entraram no estabelecimento e invadiram os quartos, roubando os pertences dos clientes”, explicou o diretor do Cope, delegado Flávio Albuquerque.

Criminosos agiram com extrema violência

Após roubar o motel, os criminosos fugiram do local em um carro de um dos clientes do estabelecimento. Cinco dias após essa ação criminosa, os comparsas, com exceção de Renan, agiram na Emdagro, onde os seguranças do órgão reagiram e os bandidos revidaram matando um vigilante e ferindo outro na perna. Na fuga, os acusados levaram dois revólveres e uma motocicleta do vigilante Jeferson.

As investigações do roubo do motel e do crime da Emdagro ficaram concentradas nas mãos dos delegados Cristiano Barreto e Aliete Melo, ambos do Cope. “No decorrer das investigações, os delegados descobriram que haviam uma conexão entre os dois casos e passaram realizar diligências conjuntamente. Foi verificado que nos dois casos os criminosos agiram da mesma forma sempre utilizando de violência extrema com as vítimas”, explicou Albuquerque.

Segundo o delegado Flávio Albuquerque, as armas roubadas nos dois assaltos, bem como a motocicleta levada do vigilante da Emdagro foram desfeitas pela quadrilha. “Percebemos que nos últimos meses, os criminosos intensificaram o número de roubos contra os vigilantes. Eles se aproveitam da fragilidade na formação desses profissionais e atacam justamente essa vulnerabilidade para tomar as armas”, destacou o delegado.

Comparsas foragidos

Foragidos José Maciel e José das Neves estão detidos no Cope à disposição da Justiça. Novas diligências estão em andamento a fim de prender José Maciel e José das Neves. “Apuramos que o terceiro envolvido nos crimes, Robson Leandro, foi morto por traficantes no início do mês, provavelmente, por dívida de drogas”, explicou o delegado.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais