PRF realiza operação no interior e apreende “rebites”

0

48 cartelas foram apreendidas(Foto: Portal Infonet)
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Ministério Público Estadual (MP) de Sergipe cumpriram oito mandados de busca e apreensão em três municípios sergipanos na tarde desta terça-feira, 14, que resultou na prisão de sete pessoas.

A operação teve como objetivo combater o comércio ilegal de anfetaminas, conhecidas popularmente como “rebites”, nas rodovias federais brasileiras. “Nós fizemos um levantamento entre janeiro de 2009 e novembro de 2010 e constatamos um número alto de acidentes envolvendo caminhões de carga e percebemos que muitos eram colisões traseiras, colisões laterais, tombamento, saída de pista, ou seja, relacionados muitas vezes a falta de atenção”, explica o assessor de comunicação da PRF.

Carlos e Jaquelines foram presos em Itaporanga (Foto:Portal Infonet)
Presos

Na cidade de Itaporanga, a polícia prendeu Carlos Alberto Santos, de 34 anos, e Jaqueline Santos da Silva, de 26 anos. “O ponto era uma lanchonete que funcionava em um dos postos de combustível. Na casa dela foi encontrada a arma, um revólver calibre 38”, relata Vasconcelos.

Já na cidade de Umbaúba a polícia conseguiu prender Marcelo Fernandes de Jesus, que vendia a droga em um dos pontos da cidade, além de dois caminhoneiros que estava no local. “Após a prisão de Márcio os policiais acharam as atitudes dos caminhoneiros estranha e após uma abordagem e revista no caminhão, encontraram as cartelas”, relata o assessor.

Dois caminhoneiros e Márcio (à esquerda) foram detidos (Foto: Portal Infonet)
Segundo o Superintendente da Polícia Rodoviária Federal de Sergipe o apoio do Ministério Público estadual foi fundamental. “Tivemos o apoio total dos promotores, que perceberam a necessidade da operação e nos deram o suporte que era preciso”, pontua.

Em Sergipe, além dos municípios de Itaporanga D’Ajuda e Umbaúba a ação aconteceu também em Malhada dos Bois que tiveram pontos de vendas fechados após a operação da polícia e duas pessoas detidas. Durante toda a operação foram apreendidas 48 cartelas de anfetaminas, além de uma arma de fogo e R$ 485 em espécie.

Segundo Flávio Vasconcelos os acusados serão encaminhados ao Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) onde ficaram à disposição da Justiça.

Comentários