Problema em tubulação deixa imóveis alagados em Socorro

0

Problema em fossa causa transtorno a moradores do conjunto Jardim, em Socorro (Fotos: Portal Infonet)

O comerciante Mário Dantas

A vendedora Lucineide Goldino

Água de esgoto invadiu residências

Móveis ficaram destruídos

Um problema na tubulação [fossa] localizada na Travessa B, no conjunto Jardim I, em Nossa Senhora do Socorro, região metropolitana de Aracaju, tem gerado muita dor de cabeça a comunidade, que denuncia o problema originado há cerca de 1 ano e meio.

Muitos moradores temem perder suas casas. Eles alegam que sem ter por onde escoar, a água do esgoto acaba voltando pela tubulação e invadindo os imóveis, causando uma série de prejuízos.

“Tem um ano e meio que prometeram ajeitar esse problema que se agravou há seis meses e até agora a Deso não fez nada para resolver o problema, nem se quer um paliativo. Tem moradores aí que estão sem casa e alguns sem ponto comercial porque a água invadiu os imóveis”, relata o comerciante Mário Dantas, 36 anos.

A vendedora Lucineide Goldino, 38 anos, é uma das mais prejudicadas pela problemática. Com a água da fossa invadindo o seu imóvel há cerca de cinco meses, ela foi obrigada a se mudar de sua residência.

“A tubulação de esgoto estourou e a água começou a invadir a minha casa. Tive até que me mudar. Estou morando em uma casa de aluguel paga pela prefeitura, perdi todos os meus móveis, porque aqui toda vez que chove transborda água da fossa. E se continuar desse jeito irei perder a minha casa porque a estrutura já está toda comprometida”, disse a vendedora.

A quantidade de água da fossa era tanta, que a moradora teve que abrir um buraco na parede para que a água pudesse escoar. “A água da fossa era tanta que não tínhamos como entrar em casa, pedi permissão ao vizinho para quebrar a parede para que o nível da água baixasse”, disse Lucineide.

Em algumas ruas do conjunto habitacional é possível perceber alagamentos. Cansados de conviver com o problema, a população cobra uma solução da Deso.

“Queremos que a Deso venha fazer um desvio de 10 metros da tubulação porque do jeito que está indo a situação não dá mais, outros moradores estão sendo afetados pelo problema. A prefeitura de N. Sra. Do Socorro tem que fazer um paliativo do problema e indenizar os moradores prejudicados”

Deso

Em entrevista ao Portal Infonet, o assessor de comunicação da Deso, Wendell Barbosa, informou que os transtornos no local ocorreram devido a uma construção irregular que acarretou na obstrução em parte da rede de esgoto.

"Será necessário fazer um serviço de desvio de rede. As equipes da Deso começarão os serviços nesta sexta-feira, 14, com previsão de conclusão do serviço em 15 dias", disse.

Por Leonardo Dias e Kátia Susanna

Comentários