Produtores de mamona podem contar com mais recursos

0

Etélio de Carvalho Prado, secretário da Agricultura de Sergipe, viajou para São Paulo com a finalidade de manter contatos empresariais e atrair recursos externos do empresariado nacional. A captação de recursos será utilizada em parceria com o Governo do Estado, como forma de viabilizar uma Planta de Biodíesel em Sergipe. A implantação do projeto está prevista para começar no início de 2005. De acordo com Etélio Prado, “a Planta será alimentada pelo Pólo de Agronegócio da Cultura da Mamona dos Estados de Sergipe e Alagoas, podendo também contar com outras matérias primas, inclusive a polpa do girassol, do amendoim e também do Dendê da Bahia”. A mamona já é plantada no Estado há mais de um ano. O projeto é amplamente apoiado pelo Governo Estadual como forma de oferecer mais uma fonte de renda para os agricultores e fomentar a economia da região de Poço Verde. A primeira colheita da matéria-prima foi retirada de uma área plantada que totalizava cerca de 500 hectares. A meta deste ano é ampliar a área para cinco mil hectares. O Programa de Incentivo à Cultura da Mamona, foi lançado em abril do ano passado, com início na cidade de Poço Verde. O plantio da mamona é feito em regime de sequeiro ou com irrigação. Uma outra funcionalidade do projeto é servir como alternativa ao diesel, combustível derivado do petróleo, sendo a planta empregada na produção do biodiesel.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais