Professores municipais não aceitam reajuste

0

Os professores da rede municipal de ensino se reunirão em assembléia às 15h na sede do sindicato. Na pauta estão os avanços que a categoria conseguiu com o governo municipal e a decisão da continuação ou não da greve.

“Ontem pela manhã o prefeito anunciou o índice do reajuste. O sindicato reuniu-se à tarde com a comissão do governo, mas compreendemos que o índice não atende as expectativas da categoria. Mas, tivemos avanços em todos os outros pontos da pauta de reivindicação. Hoje, iremos repassá-los para os demais professores”, diz Vera Oliveira, presidente do Sindicato dos Profissionais de Ensino do Município de Aracaju (Sindipema).

Quanto ao percentual dado pelo governo municipal, a sindicalista entende que foi o início de uma negociação. “Os representantes do governo nos explicaram que os estudos da PMA indicam que, no momento, só poderiam apresentar o percentual de 4,23%”, diz.

A categoria está em greve desde a última segunda-feira, 15, e cerca de 37 mil alunos das 75 escolas da rede municipal, incluindo os anexos infantis, estão sem aula.

Eles solicitam um reajuste salarial de 21,33%, referente ao período de janeiro de 2001 a abril do corrente ano. E os pontos que já foram acordados foram a regulamentação do ensino fundamental de nove anos, cumprimento do magistério para renovação dos profissionais e respeito à autonomia das escolas e conselhos escolares.

 


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais