Projeto Orlinha Pôr-do-sol comemora 1º aniversário

0
Orlinha Pôr do Sol (Foto: Ascom/PMA)

O pôr-do-sol de Aracaju visto de um ângulo harmonioso, regado a música, alegria, sergipanidade e carinho. Como a marca de todos os sábados, o soar da Ave Maria para se despedir do sol e receber a lua com o bolero de Valtinho do Acordeon. Neste sábado, 11, esse encontro será ainda mais especial. Os sergipanos e os turistas vão bater parabéns para o ano em que o bairro Mosqueiro recebeu o projeto Orlinha Pôr-do-sol.

A gestão do Prefeito João Alves Filho, através da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo (Semict), passou a investir na disseminação do comércio e cultura local. A partir daí, a comunidade local começou a compartilhar sua dinâmica com visitantes. Desde a implantação do projeto ‘Orla Pôr do Sol’, no dia 5 de abril do ano passado, as tardes de sábado não são mais as mesmas. Artistas, músicos e culinaristas regionais fazem uma mostra da cultura aracajuana para turistas e frequentadores locais.

“Nós começamos a criar atrativos, fizemos um roteiro turístico, para trabalhar com a comunidade. Nossa intenção não é só aumentar o turismo daquela região, mas oferecer um espaço melhor e mais proveitoso pras famílias da comunidade. Para isso desenvolvemos pesquisas científicas de baixo e grande porte e nós recebemos muitos elogios, inclusive da mídia nacional”, conta o secretário da Semict, Walker Carvalho.

Há um ano a região do Mosqueiro conseguiu aquecer a economia local e dar mais ênfase, tanto ao potencial econômico-social quanto cultural. Graças ao projeto Orlinha Pôr do Sol, comerciantes gozam o faturamento nos bares e empreendedores informais tiveram a oportunidade executar suas atribuições da melhor maneira.

É o caso do vendedor de refrigerantes e água mineral, Sílvio César dos Santos, que afirma a importância deste projeto. "Antes não tínhamos nada para fazer aqui no Mosqueiro, tínhamos que ir pra muito distante pra vender alguma coisa. Hoje podemos vender aqui no bairro mesmo. Sem isso aqui não tinha condições de sobreviver, agora podemos vender nossos produtos perto da família, ganhando nosso dinheirinho dignamente e perto dos filhos, da esposa, da família, que todos os sábados estão aqui comigo vendendo e se divertindo ao mesmo tempo", frisou o vendedor Sílvio César.

Segundo Walker, os moradores que tem comércio receberam apoio da secretária com cursos de empreendedorismo e educação financeira. Tudo foi elaborado no projeto para promover o crescimento da região. Jorge Lins, produtor cultural, também tem um comércio no bairro e conta que o crescimento nos lucros foram nítidos. “Meu restaurante recebeu mais gente, o bairro ficou muito mais valorizado e como produtor cultural eu fico orgulhoso de um projeto como esse já que os artistas são todos sergipanos”, observa.

Esse conjunto de carinho da Prefeitura de Aracaju com a localidade tem garantido um bom nível de interação e aumentado o rendimento na Orlinha Pôr do Sol. Através de qualificação profissional, manifestações culturais e práticas sociais, a região tem se notabilizado por estar se tornando um dos destinos turísticos mais procurados em Aracaju.

O orgulho do Projeto não cabe só a comunidade, até os artistas, que vão à Orlinha para espalhar musicalidade se sentem valorizados. Há 50 anos, Valtinho do Acordeon, faz história com a música e conta que está com o projeto desde o início. “O momento mais bonito é a Ave Maria, que é exatamente no momento em que o sol se põe. As pessoas ficam concentradas enquanto o barquinho passeia pela água. É um momento muito emocionante”, opina.

O encanto do acordeon de Valtinho passeia pelo bolero, pela música francesa, o tango, o forró com muita criatividade harmônica e esse é um dos atrativos que mais emocionam os turistas. “A boa música é um atrativo. Os sergipanos precisam valorizar mais a cultura sergipana e a secretaria cumpre bem esse papel, já que a programação só tem atrações locais. E a comunidade adora e os turistas também”, conta o músico.  

O enredo ainda ganha mais tom com apresentações folclóricas e comercialização de produtos e alimentos regionais em uma pequena feira que montada para cultivar a constante interação. Enfim, em um pacote composto por vista privilegiada, musicalidade, culinária e receptividade; aracajuanos e turistas podem desfrutar os momentos de lazer da melhor maneira possível.

O projeto “Pôr do Sol” se consolida como vitorioso e completa um ano de existência nesta semana. Para comemorar esta data tão importante, no próximo sábado acontecerá uma edição especial comemorativa, com a apresentação de bandas, do grupo de Reisado do Mosqueiro, da Quadrilha Junina Poeirinha, além da tradicional apresentação de Valtinho do Acordeon na canoa sob as águas do Rio Vaza Barris.

Esse conjunto de carinho da Prefeitura de Aracaju com a localidade tem garantido um bom nível de interação e aumentado o rendimento na Orlinha Pôr do Sol. Através de qualificação profissional, manifestações culturais e práticas sociais a região tem se notabilizado por estar se tornando um dos destinos turísticos mais procurados em Aracaju.

Programação

14h –  Apresentação Banda Sambakana e abertura da feira de Artesanato e comidas típicas.
16h – Grupo de Reisado do Mosqueiro
17h – Apresentação de Valtinho do Acordeon na Canoa sobre as águas do Rio Vaza-Barris durante o Pôr-do-Sol
18h – Quadrilha Junina Capoeirinha
19h – Apresentação do cantor Júnior Ferreri
20h – Apresentação da banda XoteKero

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais