Projeto quer incentivar cidadão a ser mesário voluntário nas eleições de 2008

0

Incentivar a participação voluntária dos eleitores na função de mesários na eleições de 2008, é o objetivo do Projeto Mesário Um Cidadão Especial lançado hoje, 30, pela Justiça Eleitoral de Sergipe. A meta é atingir um percentual de 30% de voluntários dos mais de 17 mil mesários que atuam no Estado.

O trabalho de conscientização será feito pelos cartórios eleitorais e será mais focado nos funcionários públicos. Em cada uma das 4296 seções é necessário quatro mesários que em suma irão coordenar o processo eleitoral um trabalho que começa às 6h e termina às 18h do dia do pleito.

Algumas seções no Estado, já atuam com mesários voluntários,
Madeleine entrega trófeu a Jorge Correia
com destaque para o município de Ribeirópolis onde nas últimas eleições o percentual de voluntários foi de 100%. “Com um trabalho de conscientização conseguimos cativar as pessoas”, explica Jorge Correia, que atuou como chefe de cartório do município de 1995 a 2005. Por conta deste trabalho Jorge e mais outros sete mesários que há anos exercem a função voluntariamente foram homenageados pela desembargadora do Tribunal Regional Eleitoral, Madeleine Alves de Souza Gouveia. 

A maioria dos mesários do Estado ainda são convocados através de comunicado da Justiça Eleitoral que chega à residência . Os critérios para a escolha são: ter mais de 18 anos, ter bom nível de escolaridade e não ter nenhum impedimento, como ser policial, estar ligado
Luiz Otávio, mesário desde 1990
a algum candidato ou exercer cargos de comissão. Aquele que não responder ao chamado da Justiça Eleitoral recebe algum tipo de penalidade prevista no Código Eleitoral.

Para o funcionário público Luiz Otávio Nogueira, um dos homenageados na solenidade, “ser mesário é exercer a cidadania”. Ele atua na função desde as eleições de 1990 e recomenda, “desde que a pessoa tenha vontade. Essa é uma condição básica”. Um argumento reforçado pelo Juiz Eleitoral da 36° zona, Gilson Félix. “A responsabilidade do mesário é grande e não pode ser realizada por uma pessoa que esteja obrigada. O dia da eleição é o dia mais importante para a democracia”, ressalta.

Desembargadora Madeleine Alves
Para a desembargadora Madeleine, o mesário atua como um “coletor da vontade do cidadão”. E acrescenta que ele é uma peça fundamental para que as eleições ocorram de forma limpa, livre e bem conduzida. “Espero que em 2008 tenhamos mais pessoas conscientizadas sobre a importância desta atividade. È indispensável que haja uma mobilização de esforços nesse sentido”, conclui.

Aquele que tiver interesse de ser um mesário voluntário nas próximas eleições, deve procurar um cartório eleitoral, preencher uma ficha de cadastro e esperar o comunicado chegar à residência. O prazo para se cadastrar é até o mês de junho e as convocações iniciam em agosto. Vale ressaltar que quem atuar como mesário recebe, por direito, dois dias de folga no trabalho.

Por Carla Sousa

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais