Promotor pede adiamento de júri do ex-prefeito de Canindé

0

O promotor de Justiça Peterson Almeida Barbosa, titular da 1ª Promotoria de Justiça Cível e Criminal de Propriá, solicitou o adiamento do Júri do ex-prefeito de Canindé do São Francisco Genivaldo Galindo da Silva, acusado de homicídio qualificado ocorrido naquele município em 2001.

A sessão plenária que estava inicialmente marcada para o dia 14 de setembro foi adiada, pois o MP entendeu ser mais conveniente realizá-la após o pleito de outubro próximo, já que o réu é um político influente naquela região. O processo foi desaforado para a Comarca de Propriá por decisão do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe, distribuído para a 1ª Vara Cível e Criminal daquela comarca.

De acordo com o promotor de Justiça, não “há de que se falar em  constrangimento, pois o réu encontra-se beneficado por prisão domiciliar decretada em outro  processo a que responde, além de, por lei, deve ser dada prioridade aos efeitos eleitorais até outubro próximo”. Uma nova data do julgamento de Genivaldo Galindo deverá ser  marcada pela juíza de Propriá. 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais