Quadrilha aplicou golpe milionário

0

 

A quadrilha foi presa enquanto se preparava para aplicar outros golpes
Após cerca de um mês de investigação o delegado do município de Salgado, Eurico César, concluiu o inquérito a respeito dos estelionatários que estavam aplicando golpes em Sergipe e outros estados brasileiros. O caso foi mostrado no Portal Infonet em outubro desse ano.

De acordo com o delegado oito pessoas, – Antônio Adeildo de Souza, Carlos Evaldo de Jesus, Celina Silva Souza, Miguel Raimundo da Rocha, Afonso dos Santos Batalha, Sérgio Pereira da Silva, José Francisco Pereira da Silva e Pureza Maria Machado Fontes-, foram indiciadas por estelionato tentado, falsificação de documento público, formação de quadrilha e comunicação falsa de crime.

Questionado sobre o quanto a quadrilha teria arrecadado, o delegado explicou que não tem idéia do prejuízo, mas afirmou que somente em uma semana uma das acusadas confessou que arrecadou cerca de R$70 mil. O delegado disse que se for calculado que esse golpe está sendo aplicado a mais de um ano é possível que chegue a mais de um milhão em prejuízos.

Com os presos a polícia apreendeu vasta documentação (Fotos: Portal Infonet)
Eurico César não especificou desde quando os envolvidos estavam atuando no crime, mas enfatizou que tem mais de ano e que tem provas de que o golpe estava sendo aplicado nos estados do Piauí, Maranhão, Mato Grosso e Alagoas.   

Apesar de concluir o inquérito o delegado ainda procura outros envolvidos que estariam ligados a quadrilha. Um dos foragidos é um homem identificado apenas como Leandro natural da cidade de Olindina. Para a polícia Leandro aplicava golpes nas cidades do interior da Bahia e em Sergipe.

Com os acusados foram apreendidos vários objetos utilizados para falsificar documentos de identificação e comprovantes de residência, além de celulares, computadores portáteis, carimbos e vasta documentação.

Por Kátia Susanna

Comentários