Quantidade de radares desagrada condutores

0

São 60 radares e lombadas eletrônicas em Aracaju (Fotos: Portal Infonet)
Está previsto para janeiro de 2011, uma operação da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) que vai colocar mais radares e lombadas eletrônicas em diversos pontos de Aracaju. Mas de acordo com o vereador Jailton Santana, a quantidade do equipamento implantado na cidade está sendo distribuída de forma exagerada.

 

Em reunião com os vereadores José Carlos Machado (DEM), Fábio Mitidieri (PDT), Nitinho (DEM) e Juvêncio Oliveira (DEM), o vereador avaliou a situação dos radares na capital sergipana.  

 

“A gente percebe que este equipamento é necessário em alguns pontos da cidade. No entanto, ainda não foram identificadas efetivas campanhas educativas no trânsito. A implantação é viável, mas a cada 100m já é

Jailton Santana acha exagerada a distribuição dos equipamentos
exagero”, aponta Jailton.

 

Hoje, Aracaju possui 60 radares e lombadas eletrônicas em seu território, havendo a possibilidade de aumentar para 80 esta quantidade. Com um valor global de R$14 milhões referente ao contrato com as duas empresas que ganharam a licitação, muitos aparelhos já foram comprados.

 

Jailton diz que com a diminuição da distribuição desses equipamentos, não haveria grandes prejuízos com a continuação dos serviços. “Por se tratar de um contrato licitatório, pode haver sem grandes problemas a revisão do documento, ou seja, não quer dizer que todos os equipamentos tenham de ser instalados”, explica.

 

Para o taxista Geovanio, muitos pontos de Aracaju não tem radares
Pontos estratégicos

 

A distribuição dos radares também desagrada muitos condutores. Segundo o taxista Geovani Fonseca, em muitos pontos da cidade não estão colocados sendo os radares e lombadas eletrônicas de maneira satisfatória.

 

“Ali em frente ai Shopping Riomar mesmo não tem. Já perto do parque da Sementeira está cheio de radares. Não vejo problemas na implantação desses radares, mas não entendo como fazem sua distribuição”, afirma.

 

Já para o motorista Sérgio Nascimento, a grande quantidade de radares e lombadas acaba prejudicando a direção no trânsito. “Acredito que os equipamentos têm

Sérgio diz que o exagero de radares prejudica na hora de dirigir
de auxiliar tantos os condutores quanto os pedestres. Acho errado esse exagero de radares pela cidade. O trânsito não segue”, aponta o motorista.

 

Medidas

 

O vereador Jailton Santana conta que após a reunião com os vereadores, ficou acertada uma ida até Maceió (AL), para levantar algumas informações a respeito do sistema de equipamento semelhantes da cidade.

 

“O prefeito de lá foi o que mais bateu de frente na questão da inserção exagerada do equipamento nas cidades. Lá iremos discutir possibilidades para proceder nessa questão”, diz.

 

Segundo ele, dependendo desta viagem, será pensada a possibilidade de uma Convocação Extraordinária com os vereadores, sem remuneração, para discutirem a instalação dos radares e lombadas em Aracaju.


Por Victor Hugo

Comentários