Residencial: famílias são contempladas com auxílio

0
O residencial foi desapropriado, segundo a associação (Foto: Portal Infonet)

As famílias do residencial Vida Nova, no loteamento Amanhecer, que fica no bairro Santa Maria, já deixaram o local. Eles firmaram acordo com a Prefeitura Municipal de Aracaju e vão receber auxílio moradia. 

De acordo com o presidente da Associação Novo Amanhecer, Antony Costa dos Santos, até o momento, apenas 91 famílias estão incluídas no programa para receber auxílio moradia. “Saímos da prefeitura dia 17 e deixamos o residencial no dia 19. Apenas 91 famílias das 231 que ocuparam a prefeitura se enquadram no auxílio moradia. As demais, segundo a prefeitura, não preenchem os pré-requisitos para receber o auxílio”, conta.

Quem não foi contemplado com o auxílio, está abrigado em casa de parentes ou retornaram aos barracos de origem, segundo o presidente da Associação. “Tem alguns critérios da prefeitura que precisam ser revistos. Tem caso da pessoa que estava desempregada ter ido atualizar o NIS e não foi contemplado, sendo que se a pessoa é de baixa renda”, diz Antony

A associação vai encaminahr o relatório com os nomes das pessoas que não foram beneficiadas à Defensoria Pública para que que haja providências.

Relembre

A ocupação na PMA foi iniciada no dia 15, com 350 famílias que reivindicavam o direito à moradia ou auxílio-moradia. As famílias temiam uma possível reintegração de posse nas casas do residencial que fica no bairro Santa Maria.

Prefeitura

A equipe do  Portal Infonet entrou em contato com a assessoria da Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social (SEMASC) que até o momento, a Prefeitura de Aracaju irá assegurar o auxílio moradia a 91 famílias da ocupação. Para o recebimento do auxílio é preciso que uma série de pré-requisitos sejam atendidos, dentre eles o recorte de renda per capita de até 174 reais. As demais famílias que não foram contempladas neste primeiro momento e que apontam que houve alteração no perfil socioeconômico desde o último cadastro realizado junto à Prefeitura passarão por uma revisão cadastral e visitas domiciliares das equipes de assistentes sociais da Secretaria Municipal da Assistência Social e Cidadania (Semasc). O cronograma de cadastro e de concessão de auxílio moradia foi definido junto à liderança da ocupação, Antony Costa. A lista dos beneficiários se encontra disponível para consulta pública no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do bairro Santa Maria.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários