Restaurantes tentam não perder clientes

A gasolina aumentou – e o governo federal tá fazendo um esforço danado para isso não se refletir na inflação mensal -, a carne também, mas os restaurantes de comida a quilo da cidade mantiveram seus preços. “A coisa tá ficando difícil, porque o preço da carne tem oscilado muito, e sempre para cima”, disse-nos o proprietário de uma dessas casas de pasto. O que os profissionais da área tem feito? Para enfrentar o aumento natural da carne, eles estão reduzindo o peso da carne servida ao cliente. Os comilões notam logo que a “carne está menor”, mas outros nem ligam para isso. Mas, é vero, sim: a carne, nos restaurantes de comida a quilo da cidade, está vindo “a menos”. Gostosa, claro, mas um pouco menor para compensar os reajustes. O importante é não perder o cliente.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais