Riacho do Cabral: moradores temem derrubada

0

Moradores do Riacho do Cabral serão notificados(Foto: Portal Infonet)
Após a decisão da juíza federal Telma Maria dos Santos a favor da derrubada das casas que foram construídas após a notificação da liminar proferida em setembro do ano passado, moradores do Riacho do Cabral temem não ter para onde ir.

De acordo com a moradora Maria Lilian Santos, a decisão deixa os outros moradores apreensivos. “Nosso medo é que todas as casas também sejam derrubadas, porque estamos todos no mesmo local, não importa se há um ano ou mais. Essas casas são as únicas coisas que temos. Não teremos para onde ir”, desabafa a moradora.

Ainda de acordo com Lilian, a esperança é que a advogada consiga impedir a derrubada de outras casas. “Entramos com a ação conjunta na esperança de mudar essa situação”, pontua Lilian.

Víginia diz que tudo que tem foi investido ali(Foto: Portal Infonet)

Segundo a moradora Virgínia Silva o local já não é área de preservação. “Depois de tantos anos essas pessoas querem desocupar essa área? Porque permitiram a construção no início? Agora é só chegar aqui derrubar as casas e colocar todo mundo no olho da rua? Nós não temos outro lugar para morar não. Tudo que tínhamos foi investido aqui “desabafa inconformada a moradora.

Associação

De acordo com o presidente da Associação dos Moradores, José Aragão Barroso a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), irá notificar os moradores das 34 casas que serão derrubadas nos próximos dias 11,12 e 13 de janeiro, na manhã da próxima quarta-feira,4.

Por Alcione Martins

Comentários