Saiba como evitar os riscos escondidos em anúncios da internet

0
Bruno Guerra, analista de sistemas e especialista em segurança da informação (Foto: Arquivo pessoal)

Quem nunca ficou encucado com a ‘coincidência’ de anúncios que aparecem após pesquisar algum produto na internet? De acordo com o analista de sistemas e especialista em segurança da informação, Bruno Guerra, essa é uma das estratégias mais comuns que os aplicativos e redes sociais usam para gerar monetização diariamente.

Segundo o profissional, a partir do momento que acessamos determinados aplicativos estamos de acordo com suas políticas de uso e, consequentemente, permitimos que eles tenham o poder de compartilhar os seus “interesses” com outros meios como forma de gerar lucro. “Você pode acessar um perfil de bolsas e sapatos de uma rede social e quando abrir um buscador da internet já estar disponível para você anúncios de bolsas e sapatos”, exemplifica.

Bruno explica ainda que cada aplicação/site possui uma política de uso, mas geralmente o interesse é concentrado em dados de mercado assim como os seus interesses de pesquisa (viagens, carros, maquiagem, etc). “Eles são analisados junto com dados sobre idade e sexo, por exemplo, para que os contratantes possam saber qual nicho de mercado é mais adequado para determinado produto”, diz ele. Até aí, o analista afirma que não existe problema algum, já que o usuário se beneficia do uso do site e o site gera o seu lucro com a venda dessas informações.

É preciso ficar atento aos sites escolhidos para realizar downloads (Foto: Freepik)

O problema é quando as informações são “vazadas”, sejam dados mais sensíveis como nome, endereço e até mesmo o cartão de crédito do usuário. “Esses vazamentos são ocasionados, geralmente, por ataques de criminosos que buscam obter lucros com o roubo dessas informações ou apenas para prejudicar o site/aplicativo, por alguma motivação”, diz Bruno. Segundo ele, outra situação que requer cuidado é a realização de downloads de aplicativos por sites desconhecidos.

Além de ficar atento aos sites para realização de downloads, o profissional chama a atenção para a utilização de ferramentas para quebrar alguma segurança do dispositivo e ter acesso a funcionalidades não liberadas pelo fabricante. “É importante ler as avaliações dos outros usuários que fizeram download do aplicativo, priorizando os que são bem avaliados. Nunca esqueça de manter o sistema operacional do celular sempre atualizado, já que essas atualizações corrigem diversas falhas de segurança”, aconselha.

Para evitar situações perigosas, Bruno compara a internet com a vida real. “Assim como você não deve confiar em qualquer pessoa na rua, você também não deve confiar na internet, assim como também deve tomar cuidado quando for entrar em uma rua escura e deserta, ou se for possível, evitar essa rua, assim também são os sites da internet”, ressalta.

Além de destacar a importância de navegar por lugares conhecidos, ele reforça a necessidade de ter cuidado com sites que trazem promessas de dinheiro fácil ou produtos grátis. “A partir do momento que você clica nesses anúncios você provavelmente será convidado a fazer um cadastro pedindo os seus dados e suas informações pessoais, então fique atento”, orienta. No geral, Bruno orienta que os usuários da internet tomem cuidados com tudo o que será compartilhado, além de não clicar em links de e-mail que parecem suspeitos, sempre digitar o endereço do banco diretamente no navegador e não compartilhar suas informações com estranhos.

por Juliana Melo e Raquel Almeida

Comentários