Seguranças voltam a denunciar a Fundação Renascer

0
Agentes realizaram denúncias contra a Fundação Renascer (foto: arquivo Portal Infonet)

A Fundação Renascer voltou a ser alvo de denúncias dos membros do Sindicato dos Agentes de Segurança Socioeducativa (SINDASSE). Desta vez, a denúncia fica por parte de que agentes teriam sido afastados de suas atividades, ou sofreram processos criminais e administrativos por declararem abertamente sobre maus tratos da Fundação para com a classe.

De acordo com o Sindasse, a classe dos agentes de segurança teria se tornado escrava e prostituída devido ao tratamento recebido pela Fundação Renascer. As denúncias do sindicato envolvem também o fato de que o Estado de Sergipe estaria declarando não possuir recursos para garantir melhores condições aos agentes, mas que neste período que antecede as eleições alguns benefícios teriam sido pagos.

“Situação conveniente em vésperas de eleição, uma massa de Agentes de Segurança disputando espaço nas unidades, sacrificando seus dias de folga para ganhar um pouco mais. É uma pena que se trate apenas de benefícios temporários”, diz Uanderson Conceição, assessor do Sindasse.

O sindicato criticou ainda a falta de punição à Fundação Renascer. “A categoria, por por intermédio de seus representantes sindicais denunciou diversas irregularidades distintas contra a gestão da Fundação Renascer aos órgãos de competência como, OAB, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas da União, Ministério Público do Trabalho, entre outros. Mas hoje virou alvo fácil lutando em campo aberto. Quanto aos gestores denunciados nada sofreram até o momento, vivem bem com um patrimônio invejável”, explicou Uanderson.

Fundação Renascer

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Fundação Renascer, que alegou não poder falar sobre o assunto, mas que iria buscar o responsável. A assessoria solicitou ainda que a equipe de reportagem retornasse a ligação na manhã desta sexta-feira, 6.

O presidente do Sindasse, Sidney Guarany entrou em contato com o Portal Infonet para informar que: "o agente Uandeson Conceição está afastado do sindicato e que não tem legitimidade para falar em nome da categoria".

Por Helena Sader e Verlane Estácio

* A matéria foi atualizada às 10h29 para acrescentar informações do presidente do Sindasse.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais