Sertanejos atingidos pela seca saqueiam escolas

0

O flagelo da seca começa a provocar a guerra contra a fome no sertão sergipano. No município sergipano de Poço Redondo, esta semana, três escolas da zona rural foram saqueadas, perdendo todo estoque de merenda escolar. O município, que está em estado de emergência por causa da seca, ainda não recebeu nenhuma verba do Governo Federal. A única ajuda vem do abastecimento de água através de carros-pipas, enviados pela Defesa Civil. Mas, segundo o prefeito Frei Enoque Salvador, esta ajuda ainda é insuficiente porque mais da metade da população não tem água encanada. “Há três meses o município decretou estado de emergência. Eu sei que a situação de Porto da Folha e Monte Alegre é muito crítica, assim como em Canindé do são Francisco”, diz Frei Enoque. Diante desta situação, o prefeito decidiu que vai oferecer uma refeição diária coletiva às comunidades mais afetadas pela seca. Os problemas causados pela seca já atingem outros municípios sergipanos como Porto da Folha, Gararu, Canindé do São Francisco, Carira, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória e Poço Verde, que também já se encontram em estado de emergência. Os recursos do Ministério da Integração Nacional já foram liberados para amenizar a situação das comunidades atingidas, mas a verba ainda não chegou. O único paliativo, até o momento, é a água do carro-pipa.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais