Servidores do Incra entram no 33º dia de greve

0

Os servidores do Incra estão em greve há 33 dias. Até o momento, o Governo Federal não atendeu nenhuma das reivindicações da categoria e eles continuam paralisados por tempo indeterminado.

 

De acordo com o presidente da Associação dos Servidores do Incra (Assincra/SE), Luiz Mário Alfano, as negociações entre a categoria e o governo federal não tiveram avanços. “O governo já atendeu em parte o Ibama e esqueceu o Incra. E a nossa tabela é cerca de 50% dos servidores do Ibama e chega a 75% de outras classes”, alega.

 

A categoria em Sergipe está se reunindo todos os dias em assembléia a partir das 10h para debater os repasses de informes que recebem diariamente dos colegas de Brasília. Hoje, cerca de 90 funcionários, somente no estado, estão paralisados.

 

Todas as atividades de responsabilidade do Incra estão suspensas: vistorias e avaliação de imóveis, emissão de posse, criação de novos assentamentos, seleção de novos beneficiários, pagamento de crédito, instalação de recém beneficiário, liberação de carta de aptidão para aqueles tinham acesso a banco, liberação de declaração de beneficiário e o atendimento ao público.

 

Dentre as principais reivindicações da classe estão a incorporação das gratificações ao salário, a reestruturação do Incra e a paridade entre ativos e aposentados.


Outro ponto importante que a categoria reivindica ao Governo Federal é a realização urgente de concurso público, pois o quadro de funcionários do órgão em Sergipe não atendem às 7500 famílias que necessitam dos projetos do Incra, além das cerca de 14 mil famílias que continuam aguardando por terras.

 

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais