Servidores permanecem em greve

0

Os servidores e técnicos administrativos da Universidade Federal de Sergipe realizaram assembléia geral ontem e decidiram continuar com o movimento grevista. A decisão foi tomada porque o comando nacional de greve não foi recebido pelo ministro da Educação, Paulo Renato, para uma reunião que estava marcada para a terça (01). A greve já dura 80 dias e até agora nada de positivo foi conseguido com a greve, segundo o presidente do sindicato dos servidores da UFS, Edival Góes. Ele pede que a população pressione o governo. O comando nacional reúne-se nesta quarta para traçar os rumos do movimento. Os servidores da UFS devem fazem uma nova assembléia para avaliação da decisão do comando.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais